Ciência e Saúde

Japão aprova novo tratamento para combater hepatite C

Atualmente, cerca de 1,2 milhão de pessoas no Japão são portadores do vírus HCV.

Do Mundo-Nipo

O Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar do Japão anunciou a aprovação da terapia combinada de Daclatasvir e Asunaprevir, da companhia farmacêutica americana Bristol-Myers Squibb (BMS), para o tratamento de pacientes acometidos por hepatite C crônica genótipo 1b, incluindo aqueles com cirrose compensada.

A aprovação aconteceu no final de julho, mês em que foi celebrado o Dia Mundial de Combate às Hepatites Virais, uma epidemia que ataca cerca de 150 milhões de pessoas no mundo.

O tratamento combinado de daclatasvir e asunaprevir é a primeira terapia exclusivamente oral livre de interferon e ribavirina disponível no Japão, proporcionando um novo tratamento que pode levar a cura para muitos pacientes que atualmente não têm opções de tratamento.

De acordo com o CEO da Bristol-Myers Squibb, Lamberto Andreotti, este marco reforça o compromisso da empresa em oferecer medicamentos inovadores aos pacientes com necessidades médicas não atendidas. “Acreditamos que os regimes baseados em Daclatasvir desempenharão um papel significativo na evolução do tratamento para pacientes com HCV no Japão, e no mundo”, afirma.

Andreotti explicou que o Daclatasvir é um potente pan-genótipo inibidor do complexo de replicação NS5A (in vitro), e asunaprevir é um inibidor de protease NS3/4A.

Das 1,2 milhões de pessoas que vivem com o HCV no Japão, cerca de 70% têm o genótipo 1b e um número significativo de pacientes com HCV tem mais de 65 anos de idade, elevando as complicações relacionadas com a doença e diminuindo a probabilidade de tolerar terapias à base de interferon, o padrão histórico de cuidado para o tratamento de HCV.

Fonte: Maxpress Net.

 

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*