Ciência e Saúde

Pesquisadores no Japão descobrem nova espécie de cavalo-marinho

A nova espécie de cavalo-marinho é extremamente pequena e tem apenas um par asas/nadadeiras | Foto: Richard Smith

Batizada de Hippocampus japapigu, a nova espécie mede apenas 15 milímetros de comprimento.

Pesquisadores descobriram no litoral de Tóquio uma nova espécie de cavalo-marinho pigmeu, cujo o nome científico é Hippocampus japapigu, que quer dizer “porco japonês” em latim. O nome foi dado porque a espécie lembra um leitão, conforme apontou o estudo publicado no periódico ‘ZooKeys’.

No estudo, a nova espécie é descrita como “tão pequeno quanto um grão de arroz”, isso porque o cavalo-marinho mede cerca de 15 milímetros de comprimento.

A forma achatada e coloração caleidoscópica faz com que ele se disfarce bem entre algas marinhas, uma espécie de camuflagem que o torna difícil de ser visto.

O Hippocampus japapigu foi descoberto quando especialistas faziam análises sobre a vida marinha em recifes de coral e algas moles, entre 5 e 22 metros de profundidade.

“O Japão é reconhecido como um foco global da biodiversidade marinha, com 53 espécies registradas de singnatídeos, incluindo dez espécies de cavalos-marinhos, dos quais quatro são verdadeiros cavalos-marinhos pigmeus”, disseram os pesquisadores.

Cavalos-marinhos pigmeus têm estruturas parecidas com asas em suas costas. A maioria das espécies possui dois pares, enquanto o Hippocampus japapigu apresenta somente um par.

“A nova espécie pode ser ainda mais diferenciada por causa de um impressionante padrão de retículos brancos e marrons na cabeça, tronco e cauda”, explicaram os estudiosos.

Acredita-se que eles comem, principalmente, plânctons. O Hippocampus japapigu é a quinta espécie de cavalo-marinho pigmeu registrada no Japão.

Fonte: Revista Galileu / Via ZooKeys.

Comentários