Ciência e Saúde

Cientista japonês é agraciado com prêmio ambiental

O cientista descobriu como o tamanho e a frequência de tufões irão sofrer alterações no futuro em consequência do aquecimento global.

Do Mundo-Nipo

Prêmio Planeta Azul 2013 (Imagem: Asahi Glass Foundation / Edição MN)

Prêmio Planeta Azul 2013 (Imagem: Asahi Glass Foundation / Edição Mundo-Nipo)

A Asahi Glass Foundation anunciou nesta terça-feira que o cientista japonês Taroh Matsuno, e o norte-americano Daniel Sperling, professor de uma universidade nos EUA, foram os vencedores do Prêmio Planeta Azul 2013 por suas contribuições para a resolução de problemas ambientais em escala global.

Matsuno, de 78 anos, que pertence à Agência Japonesa para Ciência e Tecnologia Marinha e Terrestre, liderou um projeto com o uso de um supercomputador para descobrir como o tamanho e a frequência de tufões e de chuvas torrenciais irão sofrer alterações no futuro em consequência do aquecimento global.

Sperling, de 62 anos, professor na Universidade da Califórnia, em Davis, salientou a necessidade desde muito cedo para um sistema de transporte urbano favorável ao meio ambiente.

De acordo com a Asahi Glass Foundation, as palestras comemorativas e premiações serão realizadas na Universidade das Nações Unidas, em Shibuya, na cidade de Tóquio, no dia 31 de outubro.

 

Para saber mais sobre Ciência e Bem-Estar, clique em mundo-nipo.com/ciencia-e-bem-estar. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*