Ciência e Saúde

Moedas do Império Romano são descobertas em ruínas no sul do Japão

Foto: Divulgação/Montagem Mundo-Nipo

As moedas podem datar dos séculos III ou IV depois de Cristo e foram encontradas nas ruínas de um castelo em Okinawa.

As ruínas de um castelo na Ilha de Okinawa, no sul do Japão, foi palco de uma importante descoberta histórica. Segundo informou hoje (26) a agência de notícias ‘Efe’, quatro moedas de cobre do Império Romano foram encontradas nas ruínas do Castelo de Katsuren, que existiu entre os séculos XII e XV, e que desde 2000 é considerado Patrimônio da Humanidade por sua vinculação ao Reino de Ryukyu.

As moedas, que medem entre 1,6 e 2 centímetros de diâmetro, poderiam datar dos séculos III ou IV depois de Cristo, informou o Conselho de Educação da cidade de Uruma, no oeste de Okinawa.

Por conta do desgaste ao longo dos séculos, o desenho cunhado nas moedas não é visível ao olho humano, mas análises feitas com raios X mostram uma imagem que poderia ser a do imperador Constantino e de um soldado atingido por uma lança, destaca a Efe citando o informe do conselho.

Além destas moedas da Roma Antiga, foi encontrada outra do século XVII originária do Império Otomano.

“Este valioso material histórico sugere um vínculo entre Okinawa e o mundo ocidental”, explicou a direção do Conselho de Educação de Uruma, que irá expor as moedas no Museu de História da cidade até 25 de novembro, conforme noticiou a ‘Efe’.

Comentários