Costumes

Veja 5 ilustrações que ensinam turistas a evitar ‘gafes’ no Japão

Fique por dentro de alguns dos costumes no Japão e evite constrangimentos durante uma viagem à Terra do Sol Nascente.

Atualizado em 18/02/2017 – 08h01


O Japão é um país de cultura milenar com vários templos e castelos, mas que contrastam com uma avançada tecnologia, além dos mundialmente conhecidos e adorados mangás e animes.

Mesmo abrigando uma imensa modernidade, tornando-se até ditadores de moda, como o viral cosplay, os japoneses são pessoas bem educadas e gostam de ser tratados com respeito. Por isso, é importante pesquisar bem os costumes locais antes de resolver colocar os pés na Terra do Sol Nascente.

Pensando nisso, a ilustradora americana Libby VanderPloeg publicou uma série intitulada “Etiqueta japonesa para viajantes“. As cinco ilustrações te colocarão por dentro de algumas regras básicas dos costumes no Japão, o que ajudará a evitar constrangimentos quando visitar o país.

Veja abaixo as explicações de cada uma das cinco ilustrações e, no final, as ilustrações:

1. USANDO QUIMONO
Se durante a viagem você ficar em um hotel tradicional japonês, é provável que receba algum tipo de quimono, como o tradicional yukata. Portanto, ao usá-lo, tenha certeza que o lado esquerdo está em cima do lado direito – do lado contrário apenas os mortos utilizam.

2. USANDO HASHI
Gesticular com o hashi (pauzinho duplo usado como talher pelos asiáticos) na mão ou espetá-lo no arroz são gafes imperdoáveis para os japoneses. O ato, além de ser feio, tem um sentido religioso. A tradição japonesa é oferecer alimentos aos antepassados durante o Festival Obom (equivalente ao dia de finados). O costume é espetar hashis nos alimentos destinados aos espíritos dos antepassados que retornam aos seus lares no período de festejos do Obom. Além disso, os japoneses rezam e acendem incensos nos oratórios (butsudan), eles espetam os incensos na vertical.

Outro ato considerado extremamente grosseiro é passar comida a partir de um hashi para o hashi de outra pessoa.  Isso porque após a cremação em um funeral japonês, os parentes costumam utilizar os hashis para passar os ossos do falecido uns para os outros.

3. MOLHANDO SUSHI NO SHOYU
Para evitar desfazer o sushi, vire-o de cabeça pra baixo e molhe a parte do peixe no shoyu (molho de soja). Mas isso deve ser feito rapidamente, pois encharcar a comida de shoyu pode ofender o chef. Vale lembrar que esta regra se estende à restaurantes japoneses existentes em toda a parte do planeta.

4. ENTRANDO EM UMA RESIDÊNCIA
Quando entrar em alguma residência, o costume é tirar os sapatos no primeiro ambiente, uma espécie de antessala, onde geralmente há um sapateiro típico para depositar os calçados. Portanto, não é correto tirar os sapatos na porta da casa, conforme está descrito na ilustração. O costume japonês de tirar os sapatos pode estender-se a estabelecimentos, bem como em algumas repartições e escritórios, portanto, preste sempre atenção no ambiente antes de entrar.

5. TROCANDO CARTÃO DE VISITAS
No Japão, o cartão de visitas é uma extensão de você mesmo, tanto para oferecer quanto para receber. O correto é usar as duas mãos e olhar nos olhos da outra pessoa quando trocar cartões. Além disso, tem que ler o cartão antes de guardá-lo.

As cinco ilustrações são fundamentais durante uma viagem ao Japão, no entanto, há muitas outras regras que deve ser respeitadas como, por exemplo, deixar sempre o lado esquerdo da escada rolante livre, já que lá eles dirigem do lado direito. Além disso, fumar na rua, cutucar pessoas durante uma conversa e dar gorjeta são apenas alguns dos comportamentos que turistas devem evitar ao máximo para não desrespeitar as tradições japonesas.

Quer saber mais sobre costumes japoneses? Então leia o artigo “10 costumes importantes que é preciso saber antes de visitar o Japão“.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários