Datas festivas

Hina-matsuri – Festival das Bonecas e Dia das Meninas no Japão

O Hina-matsuri é celebrado no 3º dia de março com o intuito de afastar os maus espíritos e rezar pela felicidade e saúde das meninas.

No Japão, todo o dia 3 de março é celebrado o Hina-matsuri – Festival das Bonecas e Dia das Meninas. A palavra Hina significa boneca, enquanto matsuri é festival, na tradução literal. A data também é conhecida como Hina no Sekku, mas há ainda quem a chame de Momo no Sekku (Festival de Flores de Pessegueiro), pois é nessa época que acontece a primeira floração dessas árvores, indicando o fim do inverno e o começo da primavera.

Hina-matsuri (Foto: Aflo Images)

Hina-dan é uma plataforma onde são expostos bonecos que representam o Império Japonês (Foto: Aflo Images)

Esta data é dedicada especialmente às meninas e considerada pelos japoneses como uma das mais importantes e tradicionais celebrações do país. O evento é realizado sempre no terceiro dia de março com o intuito principal de afastar os maus espíritos e e rezar pela felicidade e saúde de suas meninas.

Tradicionalmente, as bonecas são expostas sobre um tapete vermelho em cima de uma plataforma (Hina-dan), num altar preparado no lar de praticamente toda família que possui uma menina. Há ainda cerimônias realizadas em grandes templos, onde centenas de pessoas assistem a celebração dentro dos templos, enquanto outras tantas se aglomeraram respeitosamente do lado de fora.

Crença
No Japão, os antigos e tradicionais acreditam que, quando uma menina nasce em uma família, os avôs oferecem ao bebê um Hina-ningyoo. Estas bonecas servem para proteger as meninas de doenças, espíritos malignos e má sorte.

Geralmente, as famílias que têm meninas, comemoram este dia exibindo bonecas em trajes típicos (Hina-ningyo), montadas em uma plataforma de vários andares (Hina-dan), que representam a antiga corte imperial japonesa.

Origem
O costume de exibir bonecas começou durante o Período Heian. Antigamente, as pessoas acreditavam que as bonecas possuíam o poder de conter os maus espíritos. O Hinamatsuritem suas origens em um antigo costume japonês chamado Hina Nagashi (Bonecas flutuantes), onde as bonecas são colocadas sobre um pequeno barco de palha e enviadas às águas dos rios.

Acredita-se que ao serem lançadas às correntezas do rio, as bonecas estejam levando todo o mal. Hoje em dia, essa prática já não é tão comum, embora exista lugares do Japão onde ainda exista essa prática.

Comidas típicas
A bebida habitual para o festival se chama Shirozake, parecido com o Amazake, que é uma bebida feita de arroz fermentado (sem teor alcoólico), portanto, as crianças podem consumir sem problemas. A comida tradicional é o Hina Arare, biscoitinhos à base de arroz e soja, forrados com açúcar colorido.

Outras comidas típicas no festival é o Hishimochi, um bolo de arroz doce com camadas nas cores rosa, branco e verde. Representa a fertilidade e é comum ser colocado junto ao altar com as Hina Doll (bonecos da plataforma Hina-dan). O Chirashizushi também é outra comida comum no Hina Matsuri. É um prato com arroz coberto com ingredientes muito coloridos como legumes e frutos do mar como o camarão, polvo ou lula.

Altar/plataforma Hina-dan
O número de Hina Doll e de andares da plataforma varia, mas em geral são 15 bonecos dispostos em cinco ou sete andares. No andar mais alto ficam duas bonecas representando o imperador (Odairi-sama) e a imperatriz (Ohina-sama), iluminados por duas lanternas (Bom-bori).

Hina Matsuri - Festival das bonecas - Altar Hina-dan (Foto: Live From Ja)

Altar Hina-dan (Foto: Live From Ja)

 

Os trajes dos bonecos são da corte imperial no Período Heian (794-1192). Também são incluídos no altar vários objetos relacionados à corte imperial, o que dá mais realismo e faz do evento uma verdadeira produção artística.

Representatividade dos principais bonecos da plataforma Hina-dan

Último degrau/topo (O-bina ou O-dairi-sama): boneco que representa o Imperador.

Último degrau/topo (Me-bina ou O-hina-sama): boneca que representa a Imperatriz.  O traje da imperatriz ainda é usado nos casamentos reais.

Hina Matsuri - Festival das bonecas - Casal de Imperadores (Foto: Live From Ja)

Bonecos do Hina-dan que representam o casal de Imperadores (Foto: Live From Ja)

 

Penúltimo degrau (San-nin-kanjyo): ficam as bonecas que representam as senhoras da Corte Imperial Japonesa.

Hina-Matsuri - Festival das bonecas / Senhoras da corte (Foto: AJWPhotos)

Bonecas que representam as senhoras da Corte Imperial Japonesa (Foto: AJWPhotos)

 

Antepenúltimo degrau (Go-nin bayashi): neste degrau ficam localizados os músicos da corte tocando flauta, tambores e/ou outros instrumentos musicais tradicionais japoneses.

Há ainda, nos conjuntos mais complexos do Hina-dan, bonecos representando os ministros imperiais. Estes ocupam o terceiro nível da plataforma.

Hina-Matsuri - Festival das bonecas / Ministros da Corte Imperial do Japão (Foto: AJWPhotos)

Ministros da Corte Imperial do Japão (Foto: AJWPhotos)

 

Este conjunto costuma ficar em exposição por uns dias, mas o melhor é considerado ser exposto cerca de duas semanas antes da data do festival, e voltar a ser guardado logo após ao término do festival. Caso os objetos não for guardados na data certa, acredita-se que a menina case tarde, fique solteira por um longo período antes de se casar.

 

Música tradicional do Hina Matsuri
Durante as celebrações do Hina Matsuri, Há ainda uma música tradicional que representa o festival. A música “Ureshii Hina Matsuri ” (Feliz Festival das Bonecas) geralmente é cantada nas escolas pelas crianças durante as celebrações do evento.

Letra de Ureshii Hina Matsuri
Akari wo tsukemashou bonborini
Ohanawo aguemashou momo no hana
Go’nin bayashi no fue taiko
Kyou wa tanoshii HinamatsuriOdairisama to Ohinasama
Futari narande sumashigao
Oyome ni irashita neesama ni
Yoku nita kanjono shiroikaoKin no Byoubuni utsuru hi wo
Kasukani yusuru haru no kaze
Sukoshi shirozake mesaretaka
Akai okaono udaijin

Kimono wo kikaete obi shimete
Kyou wa watashi mo haresugata
Haru no yayoi no kono yoki hi
Nani yori ureshii hinamatsuri

Tradução
Acendamos as lanternas de bonbori
Ofereçamos flores de pêssego
A flauta e o tambor dos 5 músicos
Hoje é o feliz Festival das BonecasO Imperador e a Imperatriz
Lado a lado, com séria fisionomia
A dama de honor de rosto branco
Muito parecida com a nova cunhadaO vento primaveril balança suavemente
A luz refletida no biombo dourado
O guardião à direita de rosto vermelho
Teria tomado o saquê branco?

Trocando de quimono, reapertando o obi
Hoje também estou em trajes de gala
Este dia primaveril de março
É o Festival das Bonecas de muita alegria

 

Por Maria Rosa (Artigo criado originariamente em 2005)
Principais fontes de pesquisa:
• Livro ‘Japan – Dictionary Culture and Civilization’ | Autores: Frederic Louis David and Alvaro Iwang
• Livro ‘Legends of Japan’ | Author: F. Hadland Davis
• Dicionário ‘Shogakukan’ – Dicionário Universal Japonês-Português | Autor: Jaime Coelho | Editora: Shogakukan
• Embaixada do Japão no Brasil
• Portal Japão em foco

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários