Economia

Premiê japonês acredita que meta de inflação pode ser alcançada em dois anos

Abe acredita que o banco central do país vai atingir a meta de 2% de inflação por meio da flexibilização monetária agressiva.

Do Mundo-Nipo

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse nesta terça-feira que acredita que o banco central do país vai atingir a meta de 2% de inflação por meio da flexibilização monetária agressiva.

 

Shinzo Abe 002 (Foto: Nippon News)

Shinzo Abe, primeiro-ministro do Japão (Foto: Nippon News)

 

Abe disse em uma reunião do comitê de orçamento, nesta terça-feira, que os formuladores de políticas do Banco do Japão (BOJ) expressaram sua determinação em cumprir a meta de inflação em dois anos. O premiê afirmou que a declaração do BOJ foi eficaz em desvalorizar o iene e impulsionar os preços das ações.

Ele afirmou que o compromisso do banco central é elevar as expectativas de inflação e resultar em uma aumento de 2% nos preços.

O presidente do BOJ, Haruhiko Kuroda, disse à comissão que o banco utilizará todos os instrumentos de política à sua disposição, garantindo medidas de flexibilização monetária ousadas para atingir a meta.

“Mantendo dois anos em mente, vamos atingir o alvo no momento mais cedo possível, solicitando a flexibilização monetária ousada em termos de qualidade e quantidade”, disse Kuroda, conforme citou a agência Kyodo, mas acrescentando que “não será fácil” superar 15 anos de deflação.

 

Para saber mais sobre Economia, clique em mundo-nipo.com/economia. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*