Economia

Confiança do trabalhador no Japão piora em setembro

As perspectivas dos trabalhadores japoneses sobre as condições econômicas se deterioraram pelo segundo mês seguido.

Do Mundo-Nipo

A confiança dos trabalhadores japoneses com empregos sensíveis às tendências econômicas piorou em setembro na comparação com agosto, marcando a segunda deterioração mensal consecutiva, de acordo com a pesquisa mensal Economy Watchers Survey, divulgada nesta semana pelo Escritório do Gabinete Japonês.

Entre os trabalhadores pesquisados estavam atendentes de lojas varejistas e profissionais liberais, como taxistas, eletricistas e marceneiros, entre outros trabalhadores mais sensíveis às condições de negócios.

O índice que mede a confiança em relação aos três meses anteriores recuou 1,8 ponto em setembro ante o mês anterior, situando-se em 47,5.

Por outro lado, o índice sobre as perspectivas econômicas para os próximos meses aumentou pela primeira vez em 4 meses, fixando em 49,1 em setembro.

Esse sentimento, segundo a pesquisa, é porque alguns trabalhadores esperam que o bônus salarial impulsione as vendas durante a temporada de compras de fim de ano.

O índice de confiança do trabalhador reflete as perspectivas sobre a situação de vida, crescimento da renda, perspectivas do poder de compra e, principalmente, as condições do mercado de trabalho no país.

Leituras abaixo de 50 sugerem pessimismo, enquanto uma pontuação acima de 50 indica que os trabalhadores estão esperando melhores condições de negócios. Fonte: NHK News.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários