Economia

Preço da gasolina no Japão segue caindo e atinge maior sequência de quedas desde 1990

O preço médio do litro da gasolina caiu 10,0% esta semana na comparação anual.

Do Mundo-Nipo com Agência Kyodo

O preço médio da gasolina comum no Japão despencou esta semana para 142,60 ienes (US 1,21) por litro, recuo de 2,60 ienes em relação a semana passada, quando custava 145,20 ienes, de acordo com a pesquisa semanal da Agência Japonesa de Recursos Naturais e Energia (ANRE), uma filial do Ministério da Economia, Comércio e Indústria.

O preço da gasolina no varejo continuou a ser o mais baixo em dois anos e cinco meses, desde a semana de 13 agosto de 2012, quando o preço estava em 141 ienes. Além disso, é a maior queda semanal consecutiva desde 1990, quando o governo começou a realizar este tipo de pesquisa.

De acordo com a ANRE, as recentes quedas do combustível no Japão é reflexo da baixa cotação do petróleo, que segue ladeira abaixo neste início de ano, negociado abaixo de US$ 50 o barril, nos valores mais baixos em cerca de seis anos. Nos mercados internacionais, o barril acumula perdas de 60% desde o pico de junho de 2014, quando era negociado a US$ 115.

É o pior tombo de preços desde 2008, quando os preços do petróleo perderam mais da metade de seu valor em plena crise financeira internacional.

Mediante a isso, a agência japonesa avalia que a sequência de desvalorização da gasolina deve continuar no país, podendo chegar a menos de 140 ienes na próxima semana.

Nesta semana, os preços mais uma vez caíram em praticamente todas as províncias do Japão.  As maiores quedas foram registradas em Fukui (5,10 ienes), Kochi (4,90 ienes), Okayama (4,60 ienes) e Kyoto (4,40 ienes).

No geral, o preço está bem abaixo da média nacional de 159 ienes registrado pouco antes do aumento do imposto sobre o consumo em abril do ano passado, quando o preço médio subiu acentuadamente, para 164,1 ienes na primeira semana após o aumento.

Na comparação anual, o preço médio nesta semana caiu 10,0% ante o mesmo período do ano anterior, marcando a quinta queda anual seguida e ocorre após ter recuado 8,3% na semana anterior em relação há um ano antes.

O pico de 169,9 ienes, registrado na segunda semana de julho, no dia 14, foi o mais alto em mais de seis anos, desde o dia 29 de setembro de 2008, quando o preço médio chegou a 170,2 ienes. O valor, porém, é bem abaixo do recorde de 185,1 ienes alcançados em 4 de agosto de 2008.

A pesquisa semanal da ANRE inclui ainda os preços médios de praticamente todos os combustíveis utilizados no Japão. Entre eles está o óleo diesel, que caiu para 125,70 ienes o litro, queda de 3,60 ienes ante a semana passada. Já o preço médio da gasolina especial recuou 2,50 ienes em relação à semana anterior, para 153,50 ienes o litro.

== Kyodo

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*