Economia

Kuroda pede por reformas mais ousadas para impulsionar a economia japonesa

O presidente do BC do Japão está preocupado com pressão do G20 para que o país apresente uma estratégia plausível de expansão econômica.

Do Mundo-Nipo com agências

Haruhiko Kuroda, presidente do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), pediu nesta segunda-feira (23) esforços mais ousados para elevar o potencial da economia japonesa e assim manter o compromisso firmado com o G20 para impulsionar o crescimento global.

 

Haruhiko Kuroda (Foto: Kenichiro Shino /AJW)

Kuroda está preocupado com pressão do G20 em cima do primeiro-ministro para que apresente uma estratégia plausível de expansão econômica (Foto: Kenichiro Shino /AJW)

 

Kuroda está preocupado com o compromisso firmado junto a campanha do G20 em impulsionar o crescimento global de longo prazo, na qual mantém uma pressão em cima do primeiro-ministro Shinzo Abe, para que este apresente uma estratégia plausível de expansão econômica.

“Elaborar estratégias para o crescimento é o principal desafio do G20, então o Japão precisa fazer mais esforços sobre isso”, afirmou Kuroda em reunião com executivos nesta segunda-feira.

Abe prometeu elevar o crescimento potencial para 2%, ante os atuais cerca de 0,5%. A meta é descrita por Kuroda como “ambiciosa, mas não impossível”, caso haja esforços para desregular a economia e incentivar mulheres e estrangeiros a participar da força de trabalho.

As declarações foram feitas um dia antes de Abe apresentar sua nova estratégia de crescimento de longo prazo, que inclui medidas como cortes de impostos e reforma da previdência.

(Com informações das agências Reuters e Kyodo)

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*