Economia

Desemprego no Japão sobe pela primeira vez em 10 meses

Por outro lado, a disponibilidade de emprego aumentou pelo 19º mês consecutivo.

O índice de desemprego no Japão subiu 3,7% em junho, marcando a primeira alta em 10 meses, mostraram dados do governo nesta terça-feira (27). O resultado contrasta com o do mês anterior, quando recuou para 3,5%, alcançando o menor nível em mais de 16 anos, desde dezembro de 1997.

Segundo os dados do Ministério dos Assuntos Internos e Comunicações, no sexto mês do ano, o número de desempregados situou-se em 2,45 milhões, uma queda de 150 mil ou 5,8% no comparativo com o mesmo período do ano anterior. Na comparação mensal, o número aumentou 4,71%, para 10.000.

Na comparação entre gêneros, o índice de desemprego para os homens aumentou 0,1 ponto percentual em relação a maio, para 3,8%. Entre as mulheres, o número também subiu um décimo, para 3,5%.

Por outro lado, o número de pessoas empregadas no mês passado subiu de 63 milhões para 89 milhões, um aumento de 560 mil pessoas, ou 0,9% em relação ao mesmo mês em 2013.

Já a disponibilidade de emprego aumentou pelo 19º mês consecutivo, ao situar-se no índice entre oferta e procura laboral em 1,09 pontos – ou seja, havia 110 ofertas de por cada 100 candidatos -, um décimo a mais que em maio.

A tabela com os dados completos pode ser conferida no site do Ministério dos Assuntos Internos e Comunicações.

(Com Agência Kyodo)

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários