Economia

Produção industrial do Japão recua pela primeira vez em três meses

A queda vem um mês após o índice registrar a maior alta em quase quatro anos.

A produção industrial do Japão recuou mais que o esperado para o mês de fevereiro, registrando queda de 3,4% com ajuste sazonal na comparação com o mês anterior, o que representa o primeiro declínio mensal desde novembro de 2014, mostraram dados preliminares do governo nesta segunda-feira (30), indicando que a recuperação da economia japonesa permanece em ritmo lento.

O resultado veio pior que a mediana das previsões de economistas consultados pela Agência Kyodo, que apontavam um recuo de 1,8% para o segundo mês de 2015, revertendo ainda um aumento revisto de 3,7% em janeiro, o maior avanço mensal já registrado desde junho de 2011.

De acordo com o relatório preliminar do Ministério da Economia, Comércio e Indústria (METI), o índice recuou na maioria dos 15 setores pesquisados. A produção nas fábricas e minas situou-se em 98,9 contra a base de 100 estabelecida em 2010. Em janeiro, o índice atingiu o pico de 102,6.

Comparando com fevereiro de 2014, a produção industrial da terceira maior economia do mundo retrocedeu 2,6%, também marcando o primeiro recuo anual em três meses.

Apesar da significativa retração, o ministério manteve sua avaliação básica do índice, dizendo que está a produção industrial “mostra sinais de crescimento num ritmo moderado”.

(Com Agência Kyodo)

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários