Esportes

Japonesa obtém conquista inédita no Mundial de Patinação de Velocidade

Foto: Kyodo

Nao Kodaira se tornou a primeira japonesa a vencer a difícil prova sprint de 500 e 1.000 metros.

A patinadora japonesa Nao Kodaira conquistou o título da disputa geral da prova de velocidade, valendo pelos 500 e 1.000 metros, da etapa do Canadá do Campeonato Mundial de Patinação em Velocidade, disputado em Calgary, escrevendo assim seu nome no livro de registros como a primeira mulher japonesa a conseguir o feito.

Kodaira, de 30 anos, venceu três das quatro corridas – duas de 500 metros e duas de 1.000 metros – realizadas ao longo de dois dias no Oval Olímpico em Calgary, o que lhe valeu o título de campeã geral da dificílima prova. Além disso, a japonesa bateu o recorde mundial de pontos ao somar 146.390 pontos nos dois dias de competição.

Com o feito, Kodaira se tornou a primeira patinadora japonesa a vencer nessa categoria em etapas de mundiais de patinação de velocidade. A conquista inédita da japonesa foi corada no último domingo (26).

No sábado (25), Kodaira triunfou tanto no sprint de 500 metros como no de 1.000 metros, estabelecendo novos recordes nacionais. No dia seguinte, ela ficou em terceiro no sprint de 1.000 metros, mas foi a melhor na prova da corrida de 500 metros, marcando 36.80 segundos, outro recorde.

Nao Kodaira comemora conquista inédita com o público no Oval Olímpico em Calgary (Foto: Kyodo)

A americana Heather Bergsma venceu os 1.000 metros no domingo e terminou em segundo lugar na classificação geral, com 147.185 pontos. A terceira posição ficou com a holandesa Jorien ter Mors, com 147.495 pontos.

Em entrevista concedida nesta terça-feira (28) à agência de notícias ‘Kyodo’, Kodaira, que completa 31 anos em maio, disse sentir que “ainda não alcançou o auge de sua carreira mesmo com a idade um tanto avançada”, afirmando ainda que “não está preocupada que esteja sendo perseguida por uma geração mais jovem de patinadores”.

“Minha carreira é como uma repetição em câmera lenta em comparação com outros patinadores [jovens], mas certamente estou avançando e melhorando”, afirmou a patinadora veterana. “É típico de mim mesma dar sempre o meu máximo, sem importar com o ritmo em que estou me movendo”, concluiu.

A maior conquista de Kodaira em disputas internacionais ocorreu nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2010, em Vancouver, quando ela ganhou uma medalha de prata na prova de perseguição por equipes.

(Com Agência Kyodo)

Comentários