Meio ambiente e Energia

Fumaça preta é observada em reator de Monju por erro humano

O erro acabou resultando na liberação de fumaça preta e o toque de alarme de incêndio.

Do Mundo-Nipo

Engenheiros cometeram um erro durante os testes no gerador de energia de emergência da usina nuclear de Monju, que acabou resultando na liberação de fumaça preta e o toque de alarme de incêndio.

Por volta das 14h30 da última terça-feira, um reator de Monju, localizado em Tsuruga, província de Fukui, passou por testes mensais. No entanto, um erro humano fez com que o teste não fosse concluído adequadamente.

Segundo a Agência Internacional de Energia Atômica do Japão (AIEAJ), antes do processo de teste é necessários emitir o gás que se acumula no gerador de energia de emergência através de  uma abertura, fechando as válvulas em seguida.

Os funcionários da usina, após a abertura de 12 válvulas instaladas no gerados, esqueceram de fechar seis delas, resultando em uma fumaça preta preocupante.

O acidente não deve ter impacto sobre o reator regenerador rápido da usina, mas dois dos três reatores de emergência podem ter sido tornado inutilizáveis.

A AIEAJ alegou que a conduta dos funcionários foi claramente uma violação dos regulamentos de segurança.

“A fim de evitar a repetição dos mesmos problemas, é necessário prestar atenção meticulosa à maneira em que o pessoal da usina realiza o seu trabalho”, declarou a agência japonesa.

As informações são da rede NHK.

 

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente e Energia em mundo-nipo.com/meio-ambiente-e-energiaSiga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários