Meio ambiente e Energia

Fukushima exorta políticos a enfrentarem realidade da crise nuclear

O primeiro-ministro Shinzo Abe pediu desculpas a população de Fukushima.

Do Mundo-Nipo

Protestos conta energia nuclear (Foto: Aflo Images)

Foto: AFLO

Eleitores de Fukushima, onde cerca de 150 mil pessoas ainda vivem como refugiados da crise nuclear na usina Fukushima Daiichi, exortaram os políticos a enfrentarem a realidade da crise como campanha oficial para a eleição da Câmara dos Conselheiros, que será realizada no dia 21 de julho.

O primeiro-ministro Shinzo Abe pediu desculpas a população de Fukushima durante um discurso na manhã desta quinta-feira (hora local).

Abe disse que o Partido Liberal Democrata, liderado por ele, deve “refletir profundamente” sobre sua política anterior de promover a geração de energia nuclear sem considerar cuidadosamente a segurança das usinas do Japão.

“O Japão não pode ser revivido, a menos que Fukushima recupere da crise de Fukushima Daiichi”, disse o premiê.

 

Para saber mais sobre Política, clique em mundo-nipo.com/politica. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários