Meio ambiente e Energia

Sea Shepherd denuncia Japão por caça de baleias em área protegida

A organização denunciou uma frota japonesa que se encontra no Santuário das Baleias no Oceano Austral.

Do Mundo-Nipo

Bob Barker e Steve Irwin (Foto: Sea Shepherd Austrália)

Bob Barker e Steve Irwin (Foto: Sea Shepherd Austrália)

A organização ambientalista Sea Shepherd denunciou o Japão nesta segunda-feira (06) por pesca de baleias no Santuário das Baleias no Oceano Austral, onde é proibida a caça comercial.

A Sea Sheperd denunciou novamente a frota japonesa, formada por cinco barcos baleeiros, que se encontram no interior da zona que circunda a Antártida.

A organização divulgou imagens de três baleias minke mortas no convés do navio Nisshin Maru, além de uma outra que estava sendo abatida quando o helicóptero da Sea Shepherd sobrevoou o navio.

O governo japonês garante que suas capturas são para fins científicos, contudo, a organização ambiental alega que o país viola a regra internacional de proibição da pesca comercial de baleias, estabelecida em 1986.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*