Meio ambiente e Energia

Governo japonês precisa definir reinício de reatores nucleares, diz membro do PLD

Hosoda alertou para as dificuldades que as operadoras de energia enfrentarão pela frente.

Do Mundo-Nipo

O secretário-geral do Partido Liberal Democrata (PLD), Hiroyuki Hosoda, disse nesta segunda-feira que é necessário para o governo japonês determinar logo se retomará as operações em usinas nucleares no país.

 

Protesto antinuclear no Japão (Foto: Aflo Images)

Protesto antinuclear no Japão (Foto: Aflo Images)

 

“A economia irá eventualmente parar em termos de custo de energia”, enquanto a maior parte dos reatores nucleares do continuarem ociosos, disse Hiroyuki Hosoda em um discurso na cidade de Matsue, prefeitura de Shimane, de acordo com informações da agência Kyodo. “Isto é necessário para determinar sua retomada, garantindo sua segurança”, acrescentou ele referindo-se aos reatores.

Hosoda também alertou para as dificuldades que as operadoras de energia enfrentarão pela frente, caso uma decisão não seja tomada em curto prazo.

“As empresas de energia terão de enfrentar déficits de capital em cerca de três anos, se seus reatores permanecerem ociosos, e a base de sua existência será afetada”, concluiu Hosoda.

Dos 50 reatores nucleares do Japão, apenas dois estão em funcionamento, desde que a crise nuclear eclodiu na usina Fukushima Daiichi, em março de 2011.

O governo de Shinzo Abe, ao contrário da postura assumida pelo ex-premiê Yoshihiko Noda, já declarou que pretende retomar as atividades nas usinas, considerando que o Japão dificilmente poderá descartar a energia nuclear. Os cidadãos japoneses, contudo, têm se oposto fortemente.

 

Veja mais notícias sobre Energia em mundo-nipo.com/meio-ambiente-e-energiaSiga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários