Meio ambiente e Energia

Pesquisa contraria ARN e não aponta falha ativa sob reator nuclear de Tsuruga

O presidente da Companhia de Energia Atômica do Japão afirmou que vai solicitar o reinício do reator nuclear.

Do Mundo-Nipo

Usina nuclear de Tsuruga (Foto: Wikimedia Commons)

Usina nuclear de Tsuruga (Foto: Wikimedia Commons)

A Companhia de Energia Atômica do Japão informou nesta quinta-feira que as últimas descobertas sobre uma falha geológica na usina nuclear de Tsuruga prova que o reator 2 não está em cima de uma falha ativa, contrariando uma avaliação recente da Autoridade Regulamentadora Nuclear (ARN).

“Nós recomendamos fortemente que a ARN mantenha conversações e examine suficientemente nossas novas descobertas para chegar a uma nova conclusão”, disse o presidente da operadora, Yasuo Hamada, durante um coletiva em Tóquio. Hamada afirmou ainda que vai solicitar o reinício do reator nuclear.

A companhia também disse que irá apresentar uma reclamação administrativa a ARN para avaliar o possível impacto de uma perda de líquido em um tanque usado para refrigerar o reator 2.

Desde a eclosão da crise nuclear de Fukushima Daiichi, após o terremoto e tsunami que devastaram o nordeste do Japão em 2011, apenas dois reatores nucleares estão em operação no país.

As informações são da agência Kyodo.

 

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente em mundo-nipo.com/meio-ambiente-e-energiaSiga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários