Meio ambiente e Energia

ARN inicia investigação na usina nuclear de Higashidori

Os especialistas irão apresentar um relatório na próxima quinta-feira.

Do Mundo-Nipo

ARN durante a investigação na usina de Higashidori (Imagem: reprodução NHK)

A Autoridade Reguladora Nuclear do Japão (ARN) iniciou nesta quinta-feira as investigações de falhas geológicas ativas sob a usina nuclear de Higashidori, localizada na prefeitura de Aomori.

Os especialistas observaram valas cavadas na parte sul da usina. Ao longo de uma falha conhecida como “S-19”, foi analisada uma alteração de 90 centímetros.

Funcionário da Companhia de Energia Elétrica de Tohoku, operadora da usina, disseram que a alteração se deu pelo inchaço das camadas de absorção de água e não por atividades sísmicas. Contudo, os pesquisadores da ARN duvidaram da explicação, afirmando que a mesma é controversa.

Os especialistas irão adquirir mais dados durante a investigação de dois dias e apresentar um relatório na próxima quinta-feira (20) durante uma reunião em Tóquio, de acordo com informações da NHK World News.

A ARN já investigou as usina de Oi e Tsuruga. Nesta semana, o painel responsável anunciou uma falha ativa embaixo da usina de Tsuruga, mas o futuro da usina ainda não foi decidido.

As normas do governo japonês não permitem usinas nucleares em cima de falhas geológicas ativas.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários