Meio ambiente e Energia Sociedade

Mais pessoas desistem de retornar às suas casas em Fukushima

Mais de 60% das pessoas evacuadas em duas cidades de Fukushima afirmaram que não retornarão.

Do Mundo-Nipo

As pessoas que tiveram de deixar suas casas após o acidente nuclear em Fukushima, em março de 2011, estão cada vez mais desistindo de retornar às suas moradias, de acordo com uma pesquisa realizada pela Agência de Reconstrução do Japão em conjunto com municipalidades locais e divulgada nesta sexta-feira (17).

 

A foto mostra pessoas passando por detector de radiação antes de serem evacuadas da cidade de Koriyama (60 km de Fukushima), em março de 2011 (Foto: Arquivo/Kyodo)

A foto mostra pessoas passando por detector de radiação antes de serem evacuadas da cidade de Koriyama (60 km de Fukushima), em março de 2011 (Foto: Arquivo/Kyodo)

 

A pesquisa anual, conduzida em agosto, mostra que praticamente metade dos respondentes de duas cidades, designadas como zona de evacuação, afirmou que não pretende voltar para casa. A porcentagem de pessoas que responderam da mesma forma aumentou 11 pontos em comparação com o ano anterior na cidade de Namie, e 3 pontos em Tomioka.

O relatório da agência aponta ainda que a grande maioria das pessoas que estavam indecisas no levantamento do ano passado, decidiram sua posição em relação à questão.

Na pesquisa realizada no ano passado, mais de 60% das pessoas evacuadas nas cidades de Okuma e Futaba, nos arredores da danificada usina nuclear Fukushima Daiichi, responderam que não pretendiam retornar às suas casas.

A agência diz que irá consultar governos locais para incorporar os resultados do levantamento em um plano de reconstrução.

(Com informações da NHK News.jp)

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários