Meio ambiente e Energia

Brasil e Japão devem reforçar cooperação nuclear

O pacto de cooperação nuclear abrirá caminho para empresas japonesas exportarem tecnologia ao Brasil.

Do Mundo-Nipo

O Japão e o Brasil devem retomar as negociações sobre um acordo de cooperação nuclear durante uma reunião de cúpula na próxima semana,disse uma fonte do governo japonês nesta quinta-feira.

 

Shinzo Abe, primeiro-ministro do Japão, e Dilma Rousseff, presidente do Brasil (Foto: Nippon News/Wikimedia Commons)

Shinzo Abe, primeiro-ministro do Japão, e Dilma Rousseff, presidente do Brasil (Foto: Nippon News/Wikimedia Commons)

 

O acordo deve ser discutido durante a reunião do primeiro-ministro Shinzo Abe e da presidente Dilma Rousseff na próxima quinta-feira (27) para reforçar os laços econômicos bilaterais. As negociações haviam sido suspensas devido o terremoto e tsunami de 2011, que danificou a usina nuclear Fukushima Daiichi.

O pacto de cooperação nuclear abrirá caminho para empresas japonesas exportarem tecnologia de geração de energia atômica e equipamentos para o Brasil.

Com duas usinas nucleares atualmente em funcionamento, o Brasil pretende aumentar o número  de instalações e mudar seu foco de energia hidrelétrica para energia nuclear.

O premiê japonês quer continuar a oferecer apoio às empresas que desejam exportar suas tecnologias nucleares, mesmo com receio da população japonesa sobre a segurança da tecnologia.

 

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente em mundo-nipo.com/meio-ambiente-e-energiaSiga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários