Meio ambiente e Energia

Usina nuclear de Niigata pode não reiniciar por falhas geológicas ativas

A Tepco poderá enfrentar dificuldades para reativar sua usina localizada em Niigata.

Do Mundo-Nipo

Algumas falhas geológicas sob a usina nuclear Kashiwazaki-Kariwa, operada pela Companhia de Energia Elétrica de Tóquio (Tepco), poderão ser consideradas como ativas com base nas novas normas de segurança estabelecidas pelo governo japonês, conforme informou nesta quarta-feira a agência Kyodo.

Se as falhas serem julgadas como ativas pela Autoridade Regulamentadora Nuclear do Japão (ARN), a Tepco poderá enfrentar dificuldades para reativar sua usina localizada em Niigata.

As diretrizes de segurança estabelecidas pelo governo definem como falhas geológicas ativas aquelas que apresentaram mudanças nos últimos 120 mil anos a 130 mil anos. Contudo, a ARN pretende alterar a referência para 400 mil anos, nas novas normas de segurança que entrarão em vigor a partir de julho.

 

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente em mundo-nipo.com/meio-ambiente-e-energia. Siga o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários