Meio ambiente e Energia

Governo japonês promete ampliar ajuda a Tepco

A Tepco advertiu repetidamente que seu presidente e diretores podem pedir demissão em massa

Do Mundo-Nipo

Shinzo Abe em conferência (Foto: Kantei)

Premiê japonês Shinzo Abe (Foto: Kantei)

O governo japonês comprometeu-se neste sábado em ampliar ajuda dada a Companhia de Energia Elétrica de Tóquio (Tepco), em meio aos problemas relacionados a crise nuclear em Fukushima Daiichi.

“O governo central vai dar um passo a frente para ajudar a Tepco a resolver os problemas que enfrenta e para a reconstrução de Fukushima” , disse o primeiro-ministro Shinzo Abe aos executivos da operadora na sexta-feira, conforme divulgou neste sábado o jornal econômico Nikkei.

Abe pediu ao presidente da empresa, Kazuhiko Shimokobe, e todos os outros diretores para permanecerem em seus postos para além do final de seu mandato, em junho.

Em novembro do ano passado, a operadora da usina danificada solicitou ao governo que prestasse assistência adicional para indenização das vítimas do acidente nuclear, descontaminação e desmantelamento dos reatores de Fukushima.

O governo atualmente assume algumas dívidas da empresa, mas o apoio é limitado a 5 trilhões de ienes, devendo ser reembolsado depois.

A Tepco argumenta que os gastos totais serão de 10 trilhões de ienes, muito além do que uma empresa pode pagar.

Mesmo depois de o Partido Democrático Liberal chegou ao poder em dezembro passado, o governo tem sido lento para fornecer auxílio a Tepco, irritando diretores da empresa. A empresa advertiu repetidamente que seu presidente e diretores podem pedir demissão em massa.  Contudo, o governo ainda não formulou nenhuma  medida concreta.

 

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente e Energia em mundo-nipo.com/meio-ambiente-e-energiaSiga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários