Ciência e Saúde Meio ambiente e Energia Sociedade

Número de hospitais para tratamento de exposição à radiação mais que duplica no Japão

O número atual é quase três vezes maior que os 83 existentes antes da crise nuclear em março de 2011.

Do Mundo-Nipo com agência Kyodo

O número de hospitais no Japão designados para tratar a exposição à radiação em caso de um acidente nuclear atingiu o recorde de 201 a partir de agosto, em comparação com os 83 existentes antes da crise nuclear desencadeada em Fukushima em março de 2011, mostraram dados de uma pesquisa conduzida pela Agência Kyodo.

 

Hospitais japoneses para tratamento de exposição à radiação (Foto: Getty Images)

Esses hospitais, no entanto, enfrentam a falta de recursos humanos e equipamentos necessários (Foto: Getty Images)

 

A pesquisa, divulgada nesta segunda-feira (29), também mostrou que esses hospitais enfrentam grandes desafios, incluindo a falta de recursos humanos e equipamentos necessários em meio às fortes pressões do governo central para reiniciar os reatores nucleares ociosos do país.

Os hospitais são designados pelos governos locais como instituições médicas que oferecem tratamento de emergência para a exposição à radiação em casos decorrentes de acidentes nucleares.

Essa medida passou a vigorar em 1999, conforme foi recomendado em um relatório compilado pela agora extinta Comissão de Segurança Nuclear na sequência de um acidente de criticidade nuclear ocorrido em um complexo de processamento na cidade de Tokaimura, na província de Ibaraki, no mesmo ano.

== Kyodo

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários