Esportes Meteorologia

Tufão ameaça o GP do Japão de F1

Além dos problemas já causados pela erupção do Monte Ontake, a prova de F1 no Japão poderá ser afetada pela chegada de um poderoso tufão.

Do Mundo-Nipo

Além dos problemas já causados pela erupção do Monte Ontake, no último sábado, a F1 poderá enfrentar outro fenômeno natural neste próximo fim de semana no Japão. De acordo com o serviço de meteorologia local, há uma grande possibilidade de um tufão atingir a região do autódromo de Suzuka, podendo afetar tanto o treino qualificatório como a própria corrida.

 

GP do Japão de F1 em 2007 (Foto: Arquivo/Kyodo)

O GP do Japão de F1 em 2007 aconteceu debaixo de muita chuva (Foto: Arquivo/Kyodo)

 

“As condições meteorológicas não serão muito boas para sábado”, afirmou um comunicado do MeteoGroup. Em princípio, o final de semana de disputa no Japão será marcado, no mínimo, pelas chuvas.

De acordo com o último comunicado da Agência Meteorológica do Japão (JMA), emitido às 12h24 locais de quinta-feira (2), O tufão número 18, chamado Phanfone, está se aproximando do Japão ao mesmo tempo que ganha mais força.

Atualmente, o tufão está ao leste das Filipinas e se desloca a uma velocidade de 25 km/h em direção oeste, com ventos sustentados de 162 km/h (45 m/s) e rajadas de até 234 km/h (65 m/s).

O Phanphone, classificado como “muito forte” pela JMA, poderá atingir o sul do Japão na sexta-feira, mudando depois de rota em direção ao centro do Japão, onde está localizada a província de Mie, que abriga o autódromo de Suzuka.
Histórico da F1 no Japão

Na temporada de 2004, a categoria mais expressiva do automobilismo passou pela mesma situação. Na época, o tufão “Ma On” atingiu o circuito de Suzuka e todas as atividades de pista foram canceladas, incluindo o treino de classificação, que acabou acontecendo no domingo, horas antes da largada.

A prova foi totalmente dominada pela escuderia Ferrari. O heptacampeão Michael Schumacher largou da pole position e venceu o GP. Rubens Barrichello abandonou depois de 38 voltas, mas antes cravou a volta mais rápida da etapa.

Fontes: Agência Kyodo /Coluna Teo José, do portal Amigos da Velocidade.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários