Notícias

Museu de Hiroshima estende exibição de origamis feitos por Obama

Origamis feitos por Obama em Hiroshima (Foto: Kyodo)

A visitação ao museu aumentou quase 20% desde que passou a exibir as dobraduras feitas por Obama.

O Museu Memorial da Paz de Hiroshima, no sudoeste do Japão, decidiu manter em exposição origamis de tsuru (dobraduras de papel no formato da ave japonesa grou) feitos pelo ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

A decisão em estender a exposição é por conta do aumento na visitação desde que o museu passou a exibir as dobraduras de Obama, que simbolizam a paz e união dos povos, contrastando com o conturbado cenário global provocado pelo atual presidente dos EUA, Donald Trump.

Em maio do ano passado, Obama se tornou o primeiro presidente americano em exercício do mandato a visitar Hiroshima, uma das duas cidades japonesas devastadas por bombas atômicas lançadas pelos EUA nos últimos dias da Segunda Guerra Mundial, em agosto de 1945.

Na ocasião da visita histórica, o ex-presidente americano confeccionou quatro dobraduras de grou e deu de presente ao Memorial da Paz de Hiroshima.

De acordo com o museu, cada um dos origamis mede cerca de 7 cm de altura e por 10 cm de largura, feitos com papel de arroz com estampas florais ao estilo japonês.

Uma das dobraduras foi emprestada ao Museu da Bomba Atômica de Nagasaki, segunda cidade bombardeada, e colocada em exposição de setembro a novembro do ano passado.

Alem dos origamis, o museu em Hiroshima expõe uma mensagem escrita por Obama com os dizeres: “Nós conhecemos as agonias da guerra. Agora, devemos encontrar a coragem, juntos, de disseminar a paz e buscar um mundo sem armas nucleares”.

Dois origamis ao lado da mensagem escrita por Obama à Hiroshima (Foto: Kyodo)

A exposição conta ainda com fotografias mostrando a visita de Obama a Hiroshima. Segundo os organizadores, o número de visitantes ao museu aumentou quase 20% desde que passou a exibir as dobraduras feitas por Obama.

(Com Agência Kyodo)

Comentários