Notícias

Sony vai vender sua antiga sede no Japão, diz jornal

A venda, estimada em US$ 146,5 milhões, envolve o prédio que foi a principal sede da empresa entre os anos de 1990 e 2007.

Do Mundo-Nipo

Uma publicação recente do Wall Street Journal, citando fontes familiares com o assunto, informou que a Sony estaria próxima de vender mais um de seus prédios em Tóquio. O acordo está sendo estimado em cerca de US$ 146,5 milhões, em mais um capítulo do mau momento financeiro da empresa.

 

Sede da Sony no Japão (Foto: IBNLive)

Embora a Sony oficialmente não confirme o negócio, uma parte da imprensa japonesa está dando a transação como certa (Foto: IBNLive)

 

A negociação entra em uma lista de bens dos quais a Sony está se desfazendo para tentar melhorar sua posição financeira. Segundo o jornal, o prédio em questão foi a principal sede da empresa entre os anos de 1990 e 2007. Atualmente, ele abriga apenas um setor de produtos médicos da companhia, além de algumas operações auxiliares.

No ano passado, a empresa também vendeu sua sede nos Estados Unidos, localizada na Madison Avenue, em Nova York, por US$ 1,1 bilhão.

Tais vendas são parte dos esforços do CEO Kaz Hirai em sua empreitada para levantar dinheiro e reduzir custos da empresa que, por sua vez, já alertou investidores de que a expectativa é fechar o período que se encerra em março com perdas de US$ 1,1 bilhão.

Ainda assim, o esforço contínuo para lançar ativos ressalta os desafios que a Sony enfrenta, deixando de lado seu negócio de PCs para focar em smartphones, jogos e câmeras. No início desta semana, a Sony Electronics anunciou que planeja cortar cerca de 1.000 postos de trabalho nos EUA como parte de um plano mais amplo da empresa para reduzir o número de funcionários em 5.000 a nível mundial.

Embora a Sony oficialmente não confirme o negócio, uma parte da imprensa japonesa está dando a transação como certa. Na sexta-feira (28), o jornal Nikkei citou a transação girando algo no entorno de 15 bilhões de (aproximadamente US$ 146,5 milhões), mas não esclareceu quando o acordo seria fechado.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário


*