Notícias

Segundo porta-aviões dos EUA chega ao Mar do Japão

Porta-aviões USS Ronald Reagan (Foto: Arquivo/Creative Commons)

O USS Ronald Reagan realizará manobras militares com o porta-aviões o USS Carl Vinson ao largo da península coreana.

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos anunciou ontem (31) que o porta-aviões USS Ronald Reagan adentrou o Mar do Japão para realizar exercício conjunto com outra embarcação militar do tipo, informou nesta quinta-feira (1) a emissora estatal japonesa ‘NHK’.

Uma manobra envolvendo dois porta-aviões americanos em águas ao largo da Península Coreana é algo excepcional. Aparentemente, os militares dos Estados Unidos planejam usar o exercício para pressionar a Coreia do Norte.

O USS Ronald Reagan vinha passando por treinamento ao sul do Japão, após deixar a base de Yokosuka, nas proximidades de Tóquio, no dia 16 de maio.

O porta-aviões vai realizar manobras conjunta com o USS Carl Vinson, outro porta-aviões dos EUA que já se encontra navegando em águas ao largo da Península Coreana.

A chegada de mais um porta-aviões americano à península ocorre três dias após a Coreia do Norte realizar um novo teste balístico.

Na última segunda-feira (29), o regime do líder norte-coreano Kim Jong-un disparou um novo míssil balístico. O Ministério da Defesa dos EUA, bem como da Coreia do Sul e do Japão, acreditam que se tratava de um Scud, um míssil de curto alcance.

Poucas horas depois do lançamento, o Estado Maior sul-coreano afirmou ter detectado o disparo de outro projétil de curto alcance.

No mesmo dia, dois bombardeiros B-1, dos Estados Unidos, sobrevoaram a Península Coreana acompanhados de caças da Coreia do Sul.

Ainda de acordo com a ‘NHK’, autoridades do governo japonês acreditam que o projétil tenha caído dentro da zona econômica exclusiva do país, no Mar do Japão.

Fonte: Canal NHK World.

Comentários