Notícias

Sul do Japão entra em alerta máximo pela chegada do tufão Chaba

Tufão Chaba deixa o mar revolto na Ilha Amami Oshima, em Okinawa (Foto: Kyodo)

A força do poderoso tufão levou a Agência Meteorológica Japonesa elevar o nível de “forte” para “intenso”.

O sul do Japão entrou em alerta máximo pela proximidade do fenômeno Chaba, 18º tufão da temporada no Pacífico, que foi elevado ontem (2) de “forte” para “intenso” pela Agência Meteorológica do Japão (JMA).

Segundo a emissora pública ‘NHK’, citando o último boletim da JMA, Chaba se movimenta a uma velocidade de 20 km/h, com rajadas de ventos de até 288 km/h, devendo atingir a ilha de Okinawa, no sul do Japão, na madrugada desta terça-feira, provocando fortes chuvas, vendavais e grandes ondas, que podem chegar a 11 metros de altura.

A força do poderoso tufão levou a JMA a elevar o nível para “intenso” (extremamente perigoso). A agência alertou ainda que a velocidade do vento em seu centro pode aumentar ainda mais antes de seguir para o centro do Japão.

A agência prevê fortes chuvas e ventos para  as regiões Tokai (sul de Chubu/centro), Kanto (leste) e Hokuriku (noroeste de Chubu) já na quinta-feira (5).

Ainda de acordo com a ‘NHK’, na noite de segunda-feira (2), a agência emitiu avisos de evacuação para milhares de residentes em 25 municípios em Okinawa, somando cerca de 4 mil residências. Os vôos domésticos e internacionais programados para o mesmo dia também foram cancelados.

Desde a manhã de ontem, o mar na Ilha Amami Oshima, em Okinawa, se mostrava extremamente revolto, com ondas de até 10 metros de altura, detalhou mais cedo a agência de notícias ‘Kyodo’.

Chaba é o sétimo tufão a atingir o Japão em menos de dois meses, todos registrando forte intensidade. Mediante a isso, essa temporada, de 2016, se caracteriza como a mais afetada por tufões poderosos em cerca de 20 anos, segundo a ‘Kyodo’.

Fonte: NHK World Japan | Agência Kyodo.

Comentários