Notícias

Vulcão Sakurajima entra em erupção e agência emite alerta nível 3

Um grande número de rochas foi lançado da montanha, com algumas chegando a percorrer dois quilômetros de distância da cratera.

O vulcão Sakurajima, na ilha de Kyushu, no sul do Japão, entrou em erupção nesta sexta-feira (5), lançando lavas e cinzas a uma altura de quase dois quilômetros. Autoridades japonesas estão em alerta porque o vulcão é situado a cerca de 50 quilômetros da usina nuclear de Sendai, na província de Kagoshima, que foi reativada no ano passado.

A explosão ocorreu por volta das 18h56 locais (07h56 pelo horário de Brasília) e aconteceu em uma das duas crateras do Monte Sakurajima, que tem de 1.117 metros de altura, informou a Agência Meteorológica do Japão (JMA, na sigla em inglês).

A JMA classificou o ocorrido como “uma erupção explosiva” e elevou para 3 o nível de alerta no pico do monte, o que significa que as pessoas devem manter distância da montanha, mas não implica na evacuação das povoações mais próximas, segundo a agência. A península de Sakurajima tem uma população de aproximadamente 4.000 pessoas.

Imagens exibidas pela emissora estatal ‘NHK’ mostraram rios de lava descendo pela encosta da montanha. A NHK informou ainda que um grande número de rochas foi lançado da montanha, com algumas chegando a percorrer dois quilômetros de distância da cratera. Felizmente, a área onde caíram é distante de locais habitados.

Logo após a erupção, a preocupação pairou sobre o complexo atômico de Sendai, mas um porta-voz da Kyushu Electric Power, operadora de Sendai, minimizou a apreensão ao informar que, “até o momento, a erupção não causou danos nas instalações e as operações da usina não foram afetadas”, conforme noticiou a agência Kyodo.

O vulcão se situa diante da cidade litorânea de Kagoshima, localizada na província homônima e onde se encontra a central nuclear de Sendai, cuja as operações foram retomadas no ano passado, quando se tornou a primeira usina a operar após o acidente no complexo nuclear em Fukushima, em decorrência de um terremoto seguido de tsunami, em março de 2011, o que provocou uma crise nuclear e obrigou o fechamento de todas as usinas atômicas no país no decorrer de 2011 a setembro de 2013.

Sakurajima, uma montanha situada no sul da ilha de Kyushu, é um dos vulcões mais ativos do Japão e entra em erupção quase constantemente. Desde 2009, o vulcão registra entre 500 e 1000 pequenas erupções todos os anos.

Em agosto do ano passado, no entanto, a JMA emitiu alerta para uma grande possibilidade de ocorrer uma erupção em grande escala no vulcão Sakurajima, maior que a registrada em agosto de 2013, cuja as cinzas cobriram grande parte de Kagoshima e áreas próximas. O alerta, no entanto, foi retirado no mesmo mês, mas a possibilidade de uma erupção em grandes proporções foi mantida para os próximos anos.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*