Notícias

Vendas do McDonald’s no Japão cai ao menor nível desde 2001

As vendas da filial japonesa despencaram 40% em janeiro na comparação anual.

Do Mundo-Nipo com Agências

O McDonald’s do Japão anunciou que as vendas caíram 40% em janeiro na comparação com igual mês de 2014. Esta foi a maior queda anual desde que a empresa foi listada em 2001. Além disso, trata-se do sétimo mês consecutivo de queda acentuada desde o escândalo de segurança alimentar na China, envolvendo fornecedores de carne da rede de fast-food.

Divulgado na quinta-feira (5), o relatório financeiro da filial japonesa mostrou que as vendas no ano passado somaram aproximadamente U$ 1,9 bilhões. O número representa uma queda de 14,6%, em termos de ienes, ante o ano de 2013. As perdas líquidas somaram um recorde de cerca de US$ 186 milhões.

A deterioração nas vendas da unidade japonesa do McDonald’s foram ampliadas depois que uma série de objetos estranhos foram encontrados em refeições. Em agosto passado, um dente humano foi encontrado dentro de uma porção de batatas fritas. Depois, em dezembro, uma criança teve ferimentos leves ao encontrar um pedaço de plástico em um sorvete. Além destes, há outros casos de objetos estranhos encontrados em lanches por clientes.

Em dezembro, a empresa reportou um recuo de 21% ante o mesmo mês em 2013. Segundo o McDonald’s, as vendas foram impactadas pela redução temporária nas porções de batatas fritas em virtude de uma escassez do produto.

De julho à dezembro de 2014, as vendas mensais comparáveis da empresa registraram queda de mais de 10%. A empresa ainda não conseguiu superar o impacto do problema envolvendo um fornecedor de carne da rede, a Shanghai Husi Food, controlado pelo grupo OSI, dos Estados Unidos.

A imprensa chinesa acusou a Shanghai Husi de vender intencionalmente carne vencida para redes de restaurantes, incluindo o McDonald’s Japão.

A filial japonesa, que comprava nuggets da Shanghai Husi, trocou de fornecedor, e passou a contar com três unidades tailandeses. Entretanto, em janeiro deste ano, um cliente encontrou um pedaço de vinil em um nugget de frango comprado em uma das mais de 3 mil lojas do McDonald’s existentes no Japão.

A presidente do McDonald’s do Japão, Sarah Casanova, pediu desculpas aos clientes por todos os incidentes, prometendo que a empresa “vai fazer tudo o que puder para corrigir os problemas envolvendo a qualidade dos alimentos”. Especialistas, no entanto, estimam que a tarefa de Casanova em reconquistar a confiança do cliente japonês será árdua, e um resultado positivo só poderá ser alcançado em longo prazo.

(Com informações da Agência Kyodo e NHK News)

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário


*