Notícias

Príncipe Hisahito completa 11 anos e fica mais perto do trono japonês

Príncipe Hisahito entre suas irmãs, as princesas Kako (E) e Mako (D), no jardim do Palácio Imperial (Foto: Kyodo / Distribuição da Agência da Casa Imperial)

Hisahito é o único neto “homem” do imperador Akihito e provável herdeiro do trono japonês.

O príncipe Hisahito, neto do imperador Akihito e que é terceiro na fila de sucessão ao Trono do Japão, completou nesta quarta-feira (6) 11 anos de idade, informou a Agência da Casa Imperial.

O jovem príncipe é o mais novo dos três filhos do príncipe Akishino e da princesa Kiko. Por sua vez, Akishino é o filho mais novo do imperador Akihito e da imperatriz Michiko. Atualmente, ele é o segundo na linha de sucessão ao Trono do Crisântemo, conforme é denominado o trono do império japonês.

Hisahito está cursando o quinto ano em uma escola primária em Tóquio, afiliada à Universidade de Ochanomizu.

Em agosto passado, o pequeno herdeiro e sua família visitaram os locais do bombardeio atômico efetuado pelos EUA em 1945 na cidade de Nagasaki. Foi a primeira visita de Hisahito ao local da tragédia.

Nesta quarta-feira, o jovem foi levado pelos seus pais ao Palácio Imperial em Tóquio. Ele foi até a Residência Imperial visitar seus avós, cumprindo assim o protocolo para receber os parabéns do casal imperial.

O aniversário de Hisahito ocorre em um momento de transição na Casa Imperial – dias após o anúncio de que sua irmã mais velha, a princesa Mako, se casará com Kei Komuro, ex- colega de faculdade.

O casamento de Mako está previsto para acontecer no outono de 2018. Depois de casada, Mako terá de abandonar a realeza pelo fato de sua união ser com um plebeu, o que reduzirá ainda mais a já pequena família imperial do Japão.

Hisahito passou a atrair mais atenção pública após o imperador expressar desejo em abdicar. Isso porque o jovem príncipe se tornará o segundo na linha de sucessão ao trono após a abdicação do imperador de 83 anos.

Essa posição na sucessão ao trono é porque o príncipe Naruhito, o primeiro na linha sucessória, não tem filhos do sexo masculino e sua filha única não poderá ascender ao trono porque a Casa Imperial Japonesa não permite mulheres na posição de “imperatriz por direito”.

Isso quer dizer que, como único neto “homem” do imperador Akihito, o príncipe Hisahito já está sendo considerado como “príncipe herdeiro direto ao Trono do Crisântemo”.

Contudo, uma grande proporção da pulação japonesa defende uma “reforma em grande escala” nas leis da Casa Imperial, tanto para que mulheres ascendam ao trono como também para que as mesmas não percam os direitos de realeza ao se casarem com plebeus, um direito permitido somente a casta real masculina.

A imperatriz Michiko e a esposa do príncipe herdeiro Naruhito, a princesa Masako, não têm sangue nobre, portanto, eram plebeias antes de contrair matrimônio com a máxima da casta imperial japonesa, segundo a agência de notícias ‘Kyodo’.

*Saiba mais sobre a Família Imperial do Japão.

Comentários