Notícias

Moody’s mantém nota do Japão em A1

Foto: Stockvault

“O rating A1 reflete as perspectivas fortalecidas da dívida japonesa amplamente estável nos próximos anos”.

Em comunicado divulgado nesta quarta-feira (6), a agência de classificação de risco Moody’s manteve a nota de crédito do Japão em moeda estrangeira e local em “A1”, com perspectiva estável.

No Comunicado, a agência comenta que a nota A1 do Japão “reflete as perspectivas fortalecidas da dívida amplamente estável nos próximos anos”, além de novas melhorias na acessibilidade da dívida, ajudadas por um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) um pouco maior neste momento.

A expansão da economia japonesa apoia a avaliação da agência sobre a competitividade da economia japonesa e alguma eficácia das políticas governamentais, de acordo com a própria Moody’s.

“Esses recursos de crédito são equilibrados por desafios significativos de crédito a longo prazo, colocados por um encargo de dívida extraordinariamente elevado, que manterá necessidades de refinanciamento em níveis muito altos”, aponta a Moody’s.

Para a agência, isso torna o perfil de crédito soberano do Japão altamente dependente de grandes fluxos domésticos de poupança no momento em que a situação demográfica está em declínio e o crescimento potencial muito baixo poderia prejudicar esses fluxos.

Contudo, Japão não consegue reaver a nota Aa3 desde que a Moody’s rebaixou o rating do país para A1 em dezembro de 2014, alegando que a decisão teve como principal motivo a incerteza sobre a capacidade do governo japonês de cumprir metas.

Fontes: Estadão | Moody’s.

Comentários