Notícias

Renda das famílias no Japão tem a maior alta em 3 anos

Apesar do forte crescimento da renda, os gastos das famílias japonesas recuaram pelo 5º mês consecutivo.

Atualizado em 09/08/2018


Os gastos das famílias no Japão recuaram mais de 1% na base anual em relação a evolução dos preços ajustados à inflação, marcando assim o quinto mês consecutivo de descenso, enquanto a renda familiar ajustada aos preços registrou o maior aumento em três anos, de acordo com o relatório do governo do país divulgado na terça-feira (7).

O levantamento do Ministério dos Assuntos Internos e Comunicações do Japão mostra que a despesa média mensal por cada lar com dois ou mais ocupantes (medida principal do indicador) recuou 1,2% em termos reais (considerando a evolução dos preços ajustados à inflação) em junho na comparação anual, para 267.641 ienes de gasto médio por domicílio.

A queda, porém, foi menor do que as previsões do mercado, que estimavam declínio de 1,6%.

Por sua vez, a leitura do índice em termos nominais (sem contar com a inflação) apresentou um recuo significativamente menor, de -0,4% ante junho de 2017.

O levantamento do ministério, contudo, não é desanimador, visto que a renda média mensal das famílias, ajustado à inflação, saltou 4,4% na base anual, para 808.716 ienes em junho. Trata-se do maior crescimento percentual desde julho de 2015.

Já o rendimento das famílias em termos nominais (sem contar com a inflação), subiu 5,2% em junho ante o mesmo mês de 2017.

“Os gastos das famílias continuaram caindo, mas estamos vendo alguns sinais positivos”, disse um representante do ministério durante a divulgação dos dados.

Os números antecedem a divulgação de dados do Produto Interno Bruto (PIB) do Japão para o segundo trimestre. Analistas dizem que, provavelmente, a leitura mostrará que a economia japonesa expandiu 1,4% em termos anualizados após a inesperada contratação no trimestre anterior.

A despesa dos lares é um indicador fundamental para avaliar a tendência do consumo privado, que no Japão representa cerca de 60% do Produto Interno Bruto (PIB).

Do Mundo-Nipo
Fontes: Statistics Bureau of Japan | The Japan Times.

*A tabela com os dados completos pode ser conferida no site do Ministério dos Assuntos Internos e Comunicações do Japão (em inglês).

Comentários