Notícias

Líder sul-coreano diz que Japão e Coreia do Norte precisam conversar

Imagem: Reprodução / Edição Daily Express

Moon acredita que o diálogo entre as duas nações contribuiria para a paz e a estabilidade da região.

O presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, disse que o Japão e a Coreia do Norte deveriam iniciar conversas para normalizar as relações bilaterais e contribuir para a paz e a estabilidade da região, informou um jornal japonês nesta terça-feira, de acordo com a agência de notícias Reuters.

“Em particular, acho que o diálogo entre o Japão e a Coreia do Norte deveria ser retomado”, disse Moon na entrevista ao Yomiuri Shimbun.

“Se as relações Japão-Coreia do Norte forem normalizadas, isso contribuiria muito para a paz e a segurança do nordeste da Ásia para além da península coreana”, afirmou em respostas escritas a perguntas enviadas pelo jornal.

Na cúpula de Moon com o líder norte-coreano, Kim Jong Un, no mês passado os dois lados concordaram em trabalhar pela desnuclearização. Durante a reunião, Kim disse estar “pronto para ter um diálogo com o Japão a qualquer momento”, relatou Moon à publicação.

Tóquio qualificou os programas de armas e mísseis nucleares de Pyongyang como o maior desafio de segurança enfrentado pelos japoneses desde a Segunda Guerra Mundial.

“Não há mudança em nossa postura de buscar resolver o tema dos sequestros e encerrar os programas nuclear e de mísseis da Coreia do Norte antes de tentarmos normalizar as relações diplomáticas com Pyongyang”, disse uma autoridade do Ministério das Relações Exteriores do Japão.

A entrevista de Moon foi realizada antes de uma cúpula entre Moon, o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, e o premiê chinês, Li Keqiang, em Tóquio, programada para quarta-feira.

A Coreia do Norte deve ter destaque na pauta, mas na semana passada um diplomata da China disse que as conversas terão como foco a cooperação regional, não a península coreana.

*Reportagem de Ju-min Park / Agência Reuters | Tradução Mundo-Nipo.

Comentários