Notícias

Os 10 profissionais mais em falta no Brasil e no Japão

Engenheiros são os profissionais mais escassos no Japão, enquanto profissionais da área técnica são os mais raros no Brasil.

Do Mundo-Nipo

Engenheiros são os profissionais mais escassos no Japão, enquanto profissionais da área técnica são os mais raros no Brasil, de acordo com os dados são 10º edição da pesquisa anual sobre escassez de talentos, divulgada pelo ManpowerGroup, nesta semana.

Ao todo, foram ouvidos 41,7 mil profissionais de recursos humanos de 42 países. Entre os motivos mais citados para a dificuldade de contratar estão a pouca quantidade de profissionais interessados, a falta de competências técnicas, a ausência de experiência, a falta de habilidades comportamentais e, por fim, pretensões salariais mais altas.

Confira abaixo os 10 profissionais mais raros no Japão e no Brasil:

Japão – 83% dos profissionais de RH têm dificuldades na hora de contratar

Profissionais mais escassos:
1. Engenheiros
2. Representantes de vendas
3. Profissionais de TI
4. Contadores e profissionais de finanças
5. Motoristas
6. Técnicos
7. Gerentes de vendas
8. Médicos e profissionais de sáude ( exceto enfermeiros)
9. Operários
10. Trabalhadores de ofício

Brasil – 61% dos profissionais de RH têm dificuldades na hora de contratar

Profissionais mais escassos:
1. Técnicos
2. Trabalhadores de ofício
3. Operadores de Produção e Máquinas
4. Pessoal de apoio de escritório
5. Operários
6. Motoristas
7. Representantes de vendas
8. Engenheiros
9. Contadores e profissionais de finanças
10. Profissionais de TI

Fonte: Revista Exame.com.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe uma resposta