Notícias

Japonesa Kirin ocupa 9º lugar no ranking das maiores cervejarias do mundo

As 10 maiores cervejarias do mundo concentram 65,5% da produção mundial da bebida, o equivalente a 127,16 bilhões de litros por ano.

Do Mundo-Nipo

A produção mundial de cerveja passou de 195,1 bilhões de litros em 2012 para 197,3 bilhões de litros em 2013, segundo dados do relatório anual do grupo Barth-Haas. A alta, de 0,6%, representa o menor avanço do setor dos últimos cinco anos, de acordo com levantamento feito por Dois Dedos de Colarinho (Blog do Portal ‘O Globo’, especializado na indústria da cerveja) na base de dados da empresa – em 2008/2009, houve queda de 0,08%.

 

Cervejaria-Kirin (Foto-Divulgação)

A japonesa Kirin começou a mostrar a que veio mercado brasileiro este ano, com o lançamento da Ichiban, que ao lado da Kirin Lager, é das mais populares do Japão (Foto: Divulgação)

 

Em seu comunicado oficial, o Barth-Haas (um dos principais grupos de comercialização de lúpulo do mundo), destacou que a China continua sendo a maior produtora mundial, com 50 bilhões de litros em 2013, seguido pelos Estados Unidos (22,4 bilhões).

O Brasil vem na terceira posição, 13,55 bilhões de litros, dado assinalado como “estimado”, que representaria uma alta de 2% em relação aos 13,28 bilhões de litros de 2012.

Em relação às 40 maiores cervejarias do mundo, o relatório aponta que, juntas, respondem por 81,4% do total, ou 160,6 bilhões de litros. Os dados foram recolhidos dos informes financeiros das empresas.

O relatório da Barth-Haas, divulgados no mês passado, foram compilados nesta sexta-feira (8) por Dois Dedos de Colarinho, e mostram que as 10 maiores cervejarias do mundo concentram 65,5% da produção mundial da bebida, ou o equivalente a 127,16 bilhões de litros por ano.

Confira abaixo o ranking das 10 das maiores cervejarias do planeta:

1) AB-INBEV
Anheuser-Busch Brewery – Interbrew – Ambev

País: Bélgica/Brasil/EUA
Produção anual: 39,9 bilhões de litros
Participação no mercado global: 20,2%

A saga da maior cervejaria do mundo começou quando as brasileiras Antarctica e Brahma se fundiram, em 2000, na gigante Ambev. Depois, em 2004, elas foram adquiridas pela também gigante Interbrew, junção das belgas Artois e Piedboeuf. Em 2008, a megacervejaria engoliu ainda a também gigante Anheuser-Busch. Com sede em Leuven, a AB-Inbev é dona de muitas das principais marcas do mundo, como Antarctica, Beck’s, Budweiser, Brahma, Corona, Hoegaarden, Leffe, Modelo, Quilmes, Skol, Stella Artois. Tem 150 mil empregados em 25 países.

 

2) SAB-MILLER
The South African Breweries Limited – Miller Brewing Company

País: Reino Unido
Produção: 18,74 bilhões de litros
Participação no mercado global: 9,5%

A febre do ouro trouxe a Joanesburgo um enxame de garimpeiros sedentos, e Charles Glass soube se aproveitar disso, fundando a Castle Brewery em 1886 – que se transformou em South African Brewery (SAB) nove anos depois. Em 2002, ela comprou a gigante americana Miller. A empresa opera em mais de 80 países com cerca de 70 mil empregados, e seu portfólio inclui marcas como Aguila, Castle, Miller Lite, Pilsner Urquell, Peroni Nastro Azzurro, Miller Genuine Draft e Grolsch.

 

3) HEINEKEN
Heineken International

País: Holanda
Produção: 17,83 bilhões de litros
Participação no mercado global: 9%

Fundada em 1864 por Gerard Adriaan Heineken, patriarca da família que até hoje empresta o sobrenome à empresa, a Heineken tem como carro-chefe a cerveja de mesma marca, mas incorporou, nos últimos anos, diversas outras marcas, como Amstel, Dos Equis, Kaiser, Sol, Tecate, Tiger e Zywiec. Instalada em Amsterdam, tem 85 mil empregados em 70 países.

 

4) CARLSBERG
The Carlsberg Group

País: Dinamarca
Produção: 11,97 bilhões de litros
Participação no mercado global: 6,1%

Também mantendo até hoje a origem familiar, a Carlsberg surgiu em 1847, criada por Jacob Christian Jacobsen, que a batizou em homenagem a seu filho, Carl. A cervejaria adotou o estilo atual de lager clara em 1904. Sediada em Copenhague, é detentora de marcas europeias como Baltika, Jacobsen, Kronenburg, Super Bock e Tuborg, e emprega mais de 41 mil pessoas.

 

5) CRB
China Resources Snow Breweries

País: China
Produção: 11,71 bilhões de litros
Participação no mercado global: 5,9%

Fabricante da Snow, lager clara e sem graça mais vendida do mundo em volume (em torno de 10 bilhões de litros por ano), a CRB é uma sociedade da China Resources Enterprise com a SAB-Miller, sendo a companhia chinesa acionista majoritária, com 51%. Seu quartel-general fica em Pequim, e produz outras marcas também bastante vendidas na Ásia, como Blue Sword, Huadan, Shengquan e Yingshi.

 

6) TSINGTAO
Tsingtao Brewery Group

País: China
Produção: 7,83 bilhões de litros
Participação no mercado global: 4,0%

A mais tradicional das cervejas chinesas nasceu com sotaque alemão e britânico, e seu produto é uma pilsner regular. A Tsingtao – dica: lê-se “Quing-dao” – tira seu nome da província chinesa onde surgiu, em 1903, então com nome de Germania Brauerei. Ficou com os fundadores até 1916, quando já sob ocupação japonesa, foi vendida à Dai Nippon Brewery (precursora da Asahi, atual acionista da Tsingtao), e acabou nacionalizada pela China após a Segunda Guerra. Tem 42,3 mil funcionários.

 

7) MOLSON-COORS
Molson Brewery – Coors Brewing Company

País: Estados Unidos/Canadá
Produção: 5,97 bilhões de litros
Participação no mercado global: 3,0%

Outra união de duas tradições cervejeiras, desta vez norte-americanas. A Molson, fundada em Montreal, no Canadá, em 1786, por John Molson, e a Coors, que surgiu quase 100 anos depois, em 1885, criada pelos imigrantes alemães Adolph Coors e Jacob Schueler, no Colorado (EUA). As empresas se fundiram em 2005, e mantém sede nos dois países, onde trabalham 5,1 mil funcionários. Suas marcas principais incluem Carling, Coors Light, Molson Canadian and Staropramen.

 

8) YANJING
Beijing Yanjing Brewery

País: China
Produção: 5,71 bilhões de litros
Participação no mercado global: 2,9%

Novata, a Yanjing começou a fabricar sua lager leve e clara em1980, e teve seu grande impulso quase duas décadas depois, quando se lançou ao mercado de capitais, em 1997. Também com sede instalada em Pequim, o grupo tem 29 empresas afiliadas; são 21 cervejarias e outras 8 empresas relacionadas aos negócios cervejeiros, que empregam 23,5 mil pessoas.

 

9) KIRIN
Kirin Brewing Company

País: Japão
Produção: 4,93 bilhões de litros
Participação no mercado global: 2,5%

Presente no Brasil desde o fim de 2011, quando comprou a Schincariol (desvalorizada por um escândalo de sonegação e uma crise entre os acionistas), a japonesa Kirin começou a mostrar a que veio mercado brasileiro este ano, com o lançamento da Ichiban – que ao lado da Kirin Lager é das mais populares do Japão. A empresa nasceu como Japan Brewery Company, em 1885, herdeira da Spring Valley Brewery, fundada pelo cervejeiro William Copeland, de origem americana e noruguesa. Tem 46 mil funcionários em 15 países.

 

10) BGI-CASTEL
Brasseries et Glacières Internationales – Groupe Castel

País: França
Produção: 2,84 bilhões de litros
Participação no mercado global: 1,4%

Não é surpresa que a maior cervejaria da França esteja nas mãos de um clã apaixonado por vinhos, criado nas vinícolas da lendária região de Bordeaux. Nove irmãos e irmãs fundaram em 1949 o grupo que leva o nome da família Castel, que comprou a BGI em 1990. A surpresa é que a BGI tenha sido formada a partir de 1919, pela criação de “brasseries” no Norte da África e na então região da Indochina – pela ordem, Marrocos, Argélia, Camarões, Laos e Níger.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*