Notícias

Produção industrial do Japão tem primeira alta em 4 meses

©Norm Betts/Bloomberg

Crescimento foi sustentado, em parte, pela produção de automóveis, que subiu 5,2%.

A produção industrial no Japão avançou pela primeira vez em quatro meses, mas cresceu em agosto a um ritmo mais lento do que a previsão de mercado, enquanto as vendas no varejo registraram a maior alta em oito meses, de acordo com dados do Governo do país divulgados na última sexta-feira.

A produção das indústrias japonesas cresceu 0,7% em agosto na comparação com o mês anterior, após cair 0,2% em julho ante junho, de acordo com o relatório preliminar do Ministério da Economia, Comércio e Indústria (METI).

A leitura mostrou uma retomada no crescimento após três meses consecutivos de descenso mensal. Contudo, o resultado ficou aquém da estimativa de mercado, que previa crescimento de 1,5% no oitavo mês do ano.

O crescimento em agosto foi sustentado pela produção de automóveis, que subiu 5,2%, e pelo crescimento de 5,6% na produção de equipamentos para fabricar semicondutores e telas planas, mostraram os dados.

O ministério mudou sua avaliação da produção industrial, dizendo que agora ela está “crescendo devagar”.

Segundo resultados de uma pesquisa conduzida pelo METI, os fabricantes japoneses estimam que a produção no país cresça 2,7% em setembro e 1,7% em outubro.

A produção industrial, que mede o ritmo das fábricas japonesas, é considerada fundamental para antecipar o desempenho da economia do país, que é altamente dependente do setor manufatureiro.

Fonte: Financial Times.

Comentários