Notícias

Fragmento de aeronave militar dos EUA cai sobre creche em Okinawa

Objeto cilíndrico de 9,5 cm de diâmetro tinha as iniciais dos EUA | Reprodução / NHK

Mais de 60 crianças e cerca de 10 funcionários estavam na creche no momento do incidente.

Um objeto cilíndrico de aproximadamente 10 centímetros de diâmetro desprendeu-se de uma aeronave militar dos Estados Unidos e caiu no telhado de uma creche em Okinawa, ilha no sul do Japão, informou nesta sexta-feira (8) a emissora estatal japonesa ‘NHK’.

O diretor da creche, Takehiro Kamiya, disse à ‘NHK’ que ouviu um forte ruído no telhado por volta das 10h locais de quinta-feira (7), logo depois de uma aeronave estadunidense ter sobrevoado o edifício, que é localizado em Ginowan, cidade que abriga uma das bases militar dos Estados Unidos em Okinawa.

Ao chegarem no telhado, funcionários encontraram o objeto cilíndrico de 9,5 cm de diâmetro escrito ‘REMOVE’ e com as inicias U.S. indicando pertencer aos Estados Unidos.

Kamiya disse que ficou preocupado porque havia crianças brincando no pátio da creche no momento em que o objeto caiu dos céus. Ao mesmo tempo, o diretor expressou receio de que algo parecido possa acontecer novamente, já que é rotineiro aeronaves militares americanas sobrevoar a creche.

Ainda de acordo com o diretor Kamiya, 61 crianças e cerca de 10 funcionários estavam nas instalações no momento do incidente. Algumas crianças estavam fora do prédio. “Felizmente ninguém ficou ferido”, disse.

A creche em questão  está localizada apenas 300 metros de distância da polêmica base militar norte-americana de Futenma, em Ginowan, zona norte da ilha principal da região.

Em resposta a investigação da polícia local, as forças militares dos Estados Unidos em Okinawa confirmaram que “a tampa de um de seus helicópteros aparentemente se soltou”, detalhou a NHK.

Segundo os dados fornecidos ao jornal ‘Sputnik’ pela administração da prefeitura, em Okinawa estão 25.800 militares norte-americanos e 19.000 membros de suas famílias e civis dos EUA. Lá se encontram concentradas 70% de todas as estruturas militares dos EUA no Japão, embora Okinawa represente só 1% do território japonês.

Além do incômodo psicológico causado pelo ruído das aeronaves, os habitantes de Okinawa se preocupam com a poluição ambiental e o aumento da criminalidade provocada pelos soldados norte-americanos, inclusive estupros e assassinato.

Do Mundo-Nipo
Fontes: NHK | Sputnik.

Notícias relacionadas
» Japão condena ex-fuzileiro dos EUA à prisão perpétua por estupro e assassinato

» Colisão de caminhão militar dos EUA causa morte de civil em Okinawa

» Avião militar dos EUA cai na costa de Okinawa

Comentários