Notícias

Bolsa de Tóquio sobe e atinge maior valor em mais de sete meses

A alta é reflexo da forte valorização do dólar frente à moeda japonesa.

Do Mundo-Nipo

A Bolsa de Valores de Tóquio fechou em alta terça-feira (09), atingindo o maior valor de fechamento em mais de sete meses, impulsionada pela forte elevação do dólar frente à moeda japonesa, que alcançou a faixa de 106 ienes pela primeira vez em quase seis anos.

O Nikkei, principal índice japonês, subiu 44,04 pontos, ou 0,28% ante segunda-feira, encerrando aos 15.749,15 pontos, o seu melhor resultado desde 22 de janeiro. O volume das transações aumentou para 1.896,90 milhões de ações ante 1.777,44 milhões negociadas na segunda-feira.

O mercado de Tóquio teve um começo sólido, ajudado pelo dólar mais forte, que na sua maioria foi negociado acima da linha de 106 ienes, seu nível mais alto em cerca de cinco anos e 11 meses.

A elevação do dólar atenuou a pressão por um movimento de realização de lucros. Segundo o estrategista Mitsushige Akino, as ações comumente estariam valorizadas com essa trajetória de ascensão da moeda norte-americana, no entanto, os fundamentos por trás desse movimento não são fortes, o que deixa os investidores desconfiados. Isso porque os indicadores econômicos do Japão continuam sob o efeito negativo do aumento do imposto sobre vendas em abril.

“Os investidores estão céticos porque os fundamentos por trás desse movimento (alta do dólar) não são fortes”, afirmou Akino, citando a revisão do PIB japonês, que indicou uma forte recessão no segundo trimestre.

Um dólar forte e um iene fraco favorece os exportadores do Japão. Mas, por outro lado, caso o iene se enfraqueça ainda mais, poderia haver elevação nos preços das importações de recursos energéticos e de matérias-primas, o que afetaria adversamente a economia do país.

O ministro das Finanças do Japão, Taro Aso, declarou à imprensa que, embora ele não estivesse falando sobre um nível específico em mente, mudanças bruscas não são desejáveis. Aso afirmou que mudanças graduais são bem-vindas.

Entre os papéis de destaque na sessão em Tóquio foram a Honda Motor, que subiu 1,1%, a Mitsubishi Electric, que expandiu 2,2%, a TDK, que avançou 2,7%, e a Yamaha Motor, com alta de 3,8%.

O SoftBank subiu fortemente pelo segundo dia consecutivo, fechando com valorização de 4,5% em meio ao otimismo pelo lançamento das ações da Alibaba, empresa de e-comerce chinesa, na bolsa de Nova York. O SoftBank controla 34% da companhia.

Outros resultados significativos incluíram empresas de telecomunicações, de construção e de equipamentos esportivos, além de papeis da indústria da borracha.

A empresa de engenharia elétrica Kyudenko saltou 17,6%, em resposta a seu anúncio na segunda-feira de que estava revisando para cima sua previsão de lucro líquido consolidado no atual ano fiscal.

A construtora Penta-Ocean avançou 2,3%, após o jornal Nikkei noticiar que empresa recebeu um contrato para construir o que será uma das maiores instalações do hospital de Cingapura.

Por outro lado, a emissora Wowow caiu 4,5%, após o tenista japonês Kei Nishikori perder a final masculina do US Open, uma vez que era a única emissora no Japão a fazer a cobertura ao vivo da final.

Da mesma forma, a Nissin Foods Holdings, controladora de uma empresa que patrocina Nishikori, caiu 1,6%, bem como a empresa de equipamento esportivo Yonex, listada na segunda seção, despencou 16,1%. Fonte: Jornal Nikkei.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*