Notícias

Trump diz que apóia Japão em 100% após disparo norte-coreano de míssil

Abe e Trump na Casa Branca (Foto: Reprodução/NHK)

Foi o primeiro teste com míssil do regime norte-coreano desde a posse de Trump.

Logo depois do lançamento de um míssil feito pela Coreia do Norte ao Mar do Japão, na noite de sábado, o presidente recém eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou que seu governo apóia plenamente o Japão.

“Eu quero que todo mundo entenda, e saiba plenamente, que os Estados Unidos da América apoiam o Japão, nosso grande aliado, 100%”, disse Trump a jornalistas durante uma declaração conjunta com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, sem fazer nenhum outro comentário.

Contudo, na noite de sábado, Estados Unidos, Coreia do Sul e Japão condenaram o teste balístico conduzido pelo governo de Kim Jong-un na Coreia do Norte. O lançamento, realizado durante uma visita do premiê japonês Shinzo Abe a Washington, foi o primeiro teste com míssil do regime norte-coreano desde a posse do presidente americano Donald Trump.

Embora a Coreia do Norte tenha dito recentemente que poderia testar o seu Míssil Balístico Intercontinental a “qualquer momento”, os setores militares de Coreia do Sul e Estados Unidos informaram que o lançamento foi de um míssil de médio alcance – sem capacidade de atingir outro continente.

O míssil foi lançado por volta das 07h55 locais de domingo (20h55 de sábado em Brasília) a partir da base aérea de Banghyon, situada na zona oeste da Coreia do Norte. O projétil percorreu cerca de 500 quilômetros até cair no Mar do Japão, declarou o Estado-Maior Conjunto de Seul (JCS).

Fontes: Agências Reuters | NHK News Japan.

Comentários