Notícias

CIA cria centro de missão exclusivo para Coreia do Norte

Foto: Creative Commons

O novo centro deverá trabalhar em estreita colaboração com os serviços secretos de Coreia do Sul e Japão.

A Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA, na sigla em inglês), criou uma unidade dedicada especialmente para lidar com a Coreia do Norte, uma medida que visa ajudar no combate à ameaça nuclear e de mísseis balísticos representada pelo regime “imprevisível” do líder norte-coreano Kim Jong-un.

O anúncio de lançamento da unidade foi feito pela CIA por meio de uma declaração, na última quarta-feira (10).

O diretor da CIA, Mike Pompeo, afirmou no documento que “criar um Centro de Missão para a Coreia permite integrar e dirigir mais deliberadamente os esforços da CIA contra as graves ameaças de Pyongyang aos Estados Unidos e seus aliados, principalmente Japão e Coreia do Sul”.

“Como as ameaças que nossa nação [EUA]  enfrenta são dinâmicas, também a CIA deve continuar a evoluir para enfrentá-las”, afirmou Heather Fritz Horniak, porta-voz da agência, que ainda não especificou a quantidade de agentes que serão designados para o novo centro.

Todos os demais dez centros de missão da CIA lidam com áreas funcionais ou regiões geográficas determinadas, tais como a África, o Oriente Próximo, o Leste Asiático e o Pacífico.

Contudo, o mais novo centro é o primeiro a ser criado para lidar com um único país.

O governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, enxerga a Coreia do Norte como uma das principais questões de segurança nacional e mundial.

O anúncio da criação do centro coincidiu com a eleição do novo presidente da Coreia do Sul, que é considerado menos intransigente e mais cooperante que o seu antecessor.

O novo centro deverá trabalhar em estreita colaboração com os serviços secretos de Coreia do Sul e Japão.

Fontes: Canal NHK World | RTP Notícias.

Comentários