Notícias

Confiança das grandes companhias do Japão cai no 2º trimestre

©Asahi Photos

Apesar da queda, as companhias japonesas estimam que os negócios melhorem no próximo trimestre.

O índice de confiança entre as principais companhias do Japão caiu no trimestre de abril a junho, resultado que representa a primeira queda nesse período em um ano, mostraram os dados de uma pesquisa do governo japonês e divulgada nesta terça-feira (12) pelo Escritório do Gabinete.

O principal índice que mede o sentimento das principais companhias japoneses ficou em 2 pontos negativos. O número indica que mais companhias sentem que os negócios pioraram em relação ao trimestre anterior, revela a pesquisa compilada pelo Ministério das Finanças do Japão.

O levantamento, que analisou aproximadamente 16 mil companhias, mostra a confiança negativa foi mais forte entre as empresas do setor de produção. Isso se deve ao aumento dos preços de matéria-prima para produção de peças do setor automotivo, explica o Ministério, apontando também o fraco desempenho das vendas de componentes para smartphones como motivo para a maioria das firmas no país avaliarem que as condições de negócios no país foram desfavoráveis no trimestre encerrado em junho.

Saiba mais
» Economia japonesa sofre a primeira queda desde 2015
» Confiança das indústrias do Japão tem primeira queda em 2 anos

Apesar disso, as principais companhias no país nutrem expectativa de que as condições de negócios no país melhorem já nos próximos meses. A previsão é de um índice de 6,9 pontos positivos para o trimestre de julho a setembro, enquanto a previsão para o período de outubro a dezembro é mais otimista, estimada em 7,9 pontos.

Mediante isso, a pasta das Finanças mantém a posição de que “a economia japonesa continua a se recuperar moderadamente”, já que os investimentos corporativos permanecem positivos.

Do Mundo-Nipo
Fontes: Nikkei Asian Review | Canal NHK World News.

Comentários