Notícias

Janela cai de aeronave dos EUA e fere criança em escola no Japão

Helicóptero CH 53 | Foto: Arquivo / Creative Commons)

É a segunda vez este mês que peças de helicópteros militares dos EUA caem em colégio na ilha de Okinawa.

Um aluno de 10 anos foi ferido nesta quarta-feira (13) em uma escola em Okinawa, ilha no sul do Japão, depois que uma janela de vidro desprendeu-se de um helicóptero militar dos Estados Unidos e lançou estilhaços ao cair no pátio do colégio, no que soma dois incidentes semelhantes provocados por fragmentos de aeronaves dos EUA em menos de um mês na região.

O incidente aconteceu em uma escola pública da cidade de Ginowan, perto da polêmica base naval e aérea do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA em Futenma.

A peça se desprendeu de um grande helicóptero militar e caiu sobre o pátio do colégio enquanto cerca de 50 crianças assistiam aula de educação física, informou a agência ‘Reuters’, elevando o número de 30 alunos na aula ao ar livre anteriormente noticiado pela emissora pública ‘NHK’.

O aluno foi atingido por estilhaços de vidros projetados pelo impacto do objeto. O comando militar dos EUA no Japão confirmou que o vidro de aproximadamente 1m² era parte de uma janela do gigantesco helicóptero CH-53, que desprendeu-se enquanto sobrevoava a escola, segundo a ‘NHK’.

O comando militar norte-americano qualificou o incidente de extremamente sério. “É um incidente lamentável e pedimos desculpas por qualquer desconforto causado na comunidade”, sublinha o comunicado oficial, prometendo investigar os motivos em parceria com as autoridades japonesas.

Não é a primeira vez que incidentes parecidos ocorrem em Ginowan. No começo de dezembro, um objeto de 10 centímetros de diâmetro caiu no teto de uma creche, também localizada perto da base aérea de Futenma.

Saiba mais
» Fragmento de aeronave militar dos EUA cai sobre creche em Okinawa
» Japão condena ex-fuzileiro dos EUA à prisão perpétua por estupro e assassinato
» Colisão de caminhão militar dos EUA causa morte de civil em Okinawa
» Avião militar dos EUA cai na costa de Okinawa

Segundo dados fornecidos a agência russa ‘Sputnik’, em Okinawa estão 25.800 militares norte-americanos e 19.000 membros de suas famílias e civis dos EUA. Lá se encontram concentradas 70% de todas as estruturas militares dos EUA no Japão, embora Okinawa represente só 1% do território japonês.

Além do incômodo psicológico causado pelo ruído das aeronaves, os habitantes de Okinawa se preocupam com a poluição ambiental e o aumento da criminalidade provocada pelos soldados norte-americanos, inclusive estupros e assassinato.

Do Mundo-Nipo
Fontes: NHK | Reuters | Sputnik.

Comentários