Notícias

Aprovação ao governo de Abe salta 3 pontos após reunião com Trump

Foto: Reprodução/NHK

O resultado da reunião entre Trump e Abe influenciou no índice, que subiu para 58%.

O índice de aprovação ao governo do primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, subiu para 58%, de acordo com uma pesquisa realizada pela emissora estatal japonesa ‘NHK’ no último fim de semana, indicando que o resultado da reunião entre Abe e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, influenciou na alta do índice.

A ‘NHK’ consultou, por telefone, cerca de 1.500 pessoas selecionadas aleatoriamente em todo o território japonês, com idade a partir dos 18 anos Desse total, 957 pessoas, ou seja, 64% dos entrevistados, responderam à pesquisa que foi conduzida entre sábado (11) e domingo (12).

O levantamento mostrou que o índice de aprovação subiu 3 pontos em relação ao levantamento realizado no mês passado, enquanto a taxa de desaprovação despencou 6 pontos, situando-se em 23%.

Os entrevistados também foram questionados sobre o resultado da cúpula nipo-americana realizada na última sexta-feira, a primeira entre o novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o premiê Shinzo Abe.

Do total dos inquiridos, apenas 13% disseram que avaliam o resultado como muito positivo, enquanto 55% afirmaram apoiar de forma moderada.

Em uma declaração conjunta emitida depois da reunião em Washington, os dois líderes afirmaram que as Ilhas Senkaku, reivindicadas ela China e Taiwan, são cobertas pelo tratado bilateral de segurança que obriga os Estados Unidos a defenderem o Japão.

Em relação a essa declaração, 31% dos entrevistados deram avaliações altas à posição tomada por Trump e Abe, enquanto que 40% disseram que apreciam até certo ponto. Já a porcentagem entre aqueles que não aprovam tal posição ficou em apenas 5%.

Comentários