Notícias

Economia japonesa sofre a primeira queda desde 2015

Foto: Reprodução / YouTube/Kyodo

Contração inesperada foi provocada, em parte, por quedas no investimento de capital e no consumo privado.

Atualizado em 17/05/2018


A economia do Japão recuou 0,6% no primeiro trimestre em termos anualizados, no que se configura na primeira queda em mais de dois anos, o que encerra o mais longo período de crescimento do país desde os anos 80.

Divulgados nesta quarta-feira (16), dados preliminares do governo japonês mostraram que o Produto Interno Bruto (PIB) real do país contraiu-se pela primeira vez desde o quarto trimestre de 2015, quebrando assim uma sequência de oito trimestres consecutivos de crescimento registrado no trimestre anterior, maior sequência de crescimento em 28 anos.

Analistas afirmam que a contração foi provocada por quedas no investimento de capital e no consumo privado, além de um crescimento mais fraco da exportação. Esse resultado ocorre em meio aos temores relacionados aos possíveis efeitos das políticas protecionistas do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre as exportações.

Segundo o relatório do governo, o consumo privado caiu ligeiramente, com alta dos preços de vegetais frescos e fraco crescimento dos salários, o que reduziu os gastos dos consumidores.

Os investimentos de capital caíram 0,1% no período janeiro-março, no primeiro declínio em seis trimestres. O crescimento das exportações também desacelerou para 0,6% – de 2,2% no quarto trimestre – em parte devido à queda nas exportações de semicondutores e produtos análogos.

Em resposta aos números, o ministro da Economia, Comércio e Indústria do Japão, Toshimitsu Motegi, afirmou que “não houve mudança na visão do governo de que a economia está se recuperando moderadamente”.

O governo considera que o recuo dos preços de vegetais frescos e dados sólidos de atividade industrial nas últimas semanas levam a uma expectativa de recuperação no segundo trimestre.

Porém, a crescente escassez de mão-de-obra no país e a perspectiva de aumento da tensão comercial entre os EUA e a China têm sido citadas por economistas como riscos que podem dificultar a expansão da economia.

Maior série de crescimento desde os anos de 1980
A economia do Japão registrou no final de 2017 a mais longa expansão contínua desde a série de 12 trimestres de crescimento vista entre abril-junho de 1986 e janeiro-março de 1989, ápice da notória bolha econômica do Japão.

Fontes: Valor Online | Kyodo News.

Comentários