Notícias

Japão mantém avaliação econômica e ressalta melhora no consumo

Foto: Getty

O governo se mostrou mais otimista em relação ao consumo pessoal, à construção de moradias e ao sentimento das empresas.

O governo do Japão manteve inalterada sua avaliação geral sobre a economia do país pelo sétimo mês consecutivo e, apesar da fraqueza no crescimento, ressaltou avanços em alguns aspectos, como nos gastos com o consumo, informou nesta sexta-feira (26) o Escritório do Gabinete Japonês em seu relatório mensal.

“A economia continua se recuperando moderadamente”, reafirma o governo no relatório, no qual se mostrou mais otimista em relação ao consumo pessoal, à construção de moradias e ao sentimento das empresas no que diz respeito às condições de negócios.

O governo elevou sua avaliação sobre o consumo privado, que corresponde a cerca de 60% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, dizendo que “ele está se mantendo firme como um todo”. Foi a primeira revisão em alta desde maio de 2015.

Na avaliação do mês passado, o governo havia melhorado sua avaliação para os investimentos públicos pela primeira vez desde maio de 2014, o que foi reafirmado este mês.

Por outro lado, fez uma avaliação mais fraca das despesas de capital em setembro pela primeira vez em 10 meses, dizendo que “a expansão nos investimentos das empresas apresenta desaceleração”.

Com o crescimento continuando fraco e a inflação muito abaixo da meta de 2 por cento do Banco do Japão, muitos analistas esperam que o banco central afrouxe mais a política monetária na sua reunião de 20 e 21 de setembro, quando ele vai avaliar os efeitos do seu estímulo monetário.

Fontes: Agência Kyodo | Agência Reuters.

Comentários