Notícias

Dólar recua ante real em dia de baixo volume por feriado nos EUA

Preocupações com a economia da China e a instabilidade nos preços do petróleo têm gerado aversão a risco nos mercados globais.

O dólar fechou em queda frente ao real nesta segunda-feira (18), em um dia marcado pelo baixo volume de negócios devido ao feriado do dia de Martin Luther King nos Estados Unidos, o que deixou fechados os mercados financeiros no país.

A moeda norte-americana caiu 0,29%, cotada a R$ 4,0342 na venda, após chegar a R$ 4,0558 na máxima da sessão e a R$ 4,0168 na mínima.

Preocupações com a economia da China e a instabilidade nos preços do petróleo nas últimas semanas têm gerado aversão a risco nos mercados globais, com os investidores procurando ativos considerados seguros.

Nesta sessão, no entanto, a alta do yuan contribuiu para trazer alguma tranquilidade aos mercados, após medidas tomadas pelo Banco Central da China, que definiu uma referência diária mais forte para a divisa chinesa.

Com isso, o dólar fechou o dia a 6,5793 yuans, em baixa de 0,1%, comparado aos 6,5873 yuans no encerramento da sexta-feira passada. A referência diária foi firmada a 6,5590 yuans nesta segunda-feira, ante 6,5637 yuans da sessão anterior.

A preocupação com o ritmo de crescimento da China, contudo, continua no radar. Na madrugada de terça-feira está prevista a divulgação de uma série de dados da economia chinesa como PIB do quarto trimestre, produção industrial e vendas no varejo, ambos de dezembro, que deverão influenciar a abertura dos mercados amanhã.

O contrato do petróleo dos EUA chegou a atingir, nesta segunda-feira, o menor nível desde 2003, após a suspensão de sanções internacionais contra o Irã. Ainda assim, a matéria-prima continuava apresentando instabilidade, porém, chegou a operar no azul ao longo da manhã.

“Tudo indica que o mercado deve continuar muito volátil”, disse o superintendente de câmbio da corretora Intercam, Jaime Ferreira, à agência ‘Reuters’.

No mercado local, a expectativa de retomada do ciclo de aperto monetário tem contribuído para dar suporte ao real, tornando mais caras as apostas na queda da moeda brasileira.

Atuações do Banco Central
O Banco Central brasileiro fez nesta manhã mais um leilão de rolagem dos swaps cambiais (equivalentes à venda futura de dólares) que vencem em 1º de fevereiro, vendendo a oferta total de até 11,6 mil contratos.

Até o momento, o BC já rolou o equivalente a US$ 6,198 bilhões, ou cerca de 59% do lote total, que corresponde a US$ 10,431 bilhões.

Fontes: Agência Reuters | Agência Valor Online.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe uma resposta