Notícias

Vice-presidente dos EUA chega ao Japão

Mike Pence é recebido por Shinzo Abe em Tóquio (Foto: POOL / Kyodo)

Visita de Pence acontece em meio ao aumento da tensão com a Coreia do Norte.

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, chegou nesta terça-feira (18) ao Japão, onde a tensão na região pelos constantes testes com mísseis balísticos realizados pela Coreia do Norte, bem como uma negociação sobre cooperação econômica, serão temas centrais de um programado encontro com o primeiro ministro japonês Shinzo Abe, que será seguido por uma entrevista coletiva ao lado do ministro japonês das Finanças, Taro Aso, segundo a agência de notícias ‘Efe’.

Pence desembarcou em Tóquio após uma escala na Coreia do Sul, onde visitou a zona desmilitarizada próxima da fronteira com a Coreia do Norte, em um momento de aumento da tensão provocado pelo programa nuclear de Pyongyang.

Os recorrentes testes armamentísticios realizados pela Coreia do Norte e a cooperação econômica serão os principais pontos de sua agenda política.

O avião em que viajava Pence, o Air Force Two, aterrissou por volta das 12h30 (horário local, 0h30 de Brasília) na Base Aérea Naval de Atsugi, de onde o vice-presidente americano seguiu para a capital japonesa.

Agenda em Tóquio
Espera-se que a tensão na região pelos constantes testes com armas realizados pela Coreia do Norte – o mais recente foi o lançamento de um míssil, que acabou falhando, no último domingo (16) – seja um dos temas centrais do encontro com Abe, destaca a ‘Efe’.

De acordo com a agência ‘France Presse’, Tóquio espera que as reuniões sirvam para “aprofundar as relações econômica e de segurança” e para coordenar políticas para “a nova fase de ameaça que entrou o desenvolvimento nuclear e de mísseis de Coreia do Norte”, de acordo com declarações feitas pelo ministro porta-voz do Executivo, Yoshihide Suga.

O ministro das Finanças, por sua vez, disse que tratará com Pence sobre cooperação econômica e a criação de um “quadro que pode servir de modelo para outros países da região”, embora tenha afirmado que o acordo comercial bilateral não estará sobre a mesa, afirmou ao jornal ‘Nikkei’.

Pence chegou ao Japão, após passar três dias na Coreia do Sul. Na capital sul-coreana, Mike Pence apelou aos recentes ataques militares sobre Síria e Afeganistão e, neste sentido, advertiu a Coreia do Norte sobre o perigo de colocar à prova a “determinação” do presidente americano, Donald Trump.

Na quarta-feira (19), Pence está planejando realizar uma visita à base marítima de Yokosuka, de onde Japão e EUA realizaram manobras militares conjuntas e onde está estacionado permanentemente o porta-aviões americano USS Ronald Reagan.

O vice-presidente dos EUA se deslocará novamente para a capital para assistir a um fórum com empresários e posteriormente para base de Atsugi onde prosseguirá com sua excursão pela região, seguindo para Indonésia e Austrália.

Comentários