Notícias

Bolsa de Tóquio sobe e amplia máxima em 21 anos

Foto: Nikkei Asian

Trata-se da 12ª sessão seguida de valorização, maior sequência de ganhos desde meados de 2015.

A Bolsa de Valores de Tóquio ampliou sua máxima em 21 anos ao fechar em alta, nesta quarta-feira, pelo 12º pregão seguido, com o mercado seguindo otimista com as eleições parlamentares no Japão no domingo (22).

O Nikkei, índice que reúne as ações mais negociadas na capital japonesa, subiu 0,13% e encerrou as negociações de hoje aos 21.363,05 pontos, maior patamar desde novembro de 1996.

Trata-se da maior série de ganhos ininterruptos do índice japonês desde meados de 2015, o que deve ampliar, já que o mercado acredita ser uma tendência em vista da retomada do crescimento no Japão e expectativa positiva com a economia global.

“Um dos fatores subjacentes [para o bom desempenho do mercado japonês] é que a economia mundial está estável”, comentou recentemente Takashi Hiroki, estrategista-chefe da corretora Monex Securities,

O estrategista ressaltou ainda que o setor corporativo japonês vem exibindo lucros maiores e a economia do Japão tem dado sinais positivos.

“O Nikkei manterá a tendência de valorização e poderá chegar, pela primeira vez na história, aos 22 mil pontos até o fim deste ano”, completou Hiroki.

Apesar da incrível sequência de ganhos, o dia no mercado de ações na capital japonesa teve um volume de negócios menor, em meio à abertura de uma importante reunião na China.

O Partido Comunista da China iniciou hoje seu 19º congresso, evento que durará uma semana e definirá as novas lideranças do país. Já a câmara baixa do Parlamento japonês realiza eleições no domingo (22) e a expectativa é que a coalizão do primeiro-ministro Shinzo Abe fortaleça sua posição na Casa.

Apesar da liquidez reduzida em Tóquio, as ações japonesas foram favorecidas hoje pelo iene, que se enfraqueceu ante o dólar durante a madrugada.

O melhor desempenho da sessão de hoje em Tóquio veio das ações das empresas J.Front Retailing (+2,71%), Astellas Pharma (+2,04%) e Seven & i Holdings (+1,88%), enquanto os papeis das empresas Toho Zinc (-4,19%), Furukawa Electric (-3,29%) e Mitsui Mining and Smelting (-3,07%) foram os que mais desvalorizaram.

Do Mundo-Nipo
Fontes: Estadão Conteúdo | Agência IN.

Notícias relacionadas

» Bolsa de Tóquio sobe pela 11º sessão consecutiva
» Bolsa de Tóquio fecha em alta pela 10ª vez seguida
» Bolsa de Tóquio bate 21 mil pontos e fecha semana com ganhos de 2,24%
» Bolsa de Tóquio sobe pela 8ª vez seguida e renova máxima em quase 21 anos

Comentários